Publicidade
Entretenimento
Sorvetes glacial

As delícias variadas de sorvetes

O Dia Nacional do Sorvete é comemorado neste domingo, 23, uma bela oportunidade para se deliciar com os diversos sabores desta guloseima 21/09/2012 às 08:27
Show 1
As delícias variadas de sorvetes
Gabriel Machado Manaus

No dia 23 de setembro, domingo, é comemorado o Dia Nacional do Sorvete. Com isso em mente, o BEM VIVER traçou um minirroteiro com as principais sorveterias da cidade. De sabores tradicionais a outros mais exóticos, o lema para a data é se deliciar com uma das guloseimas mais apreciadas do mundo.

 Em 1980, na esquina das ruas Lauro Cavalcante e Getúlio Vargas, no Centro, nascia aquela que, em poucos anos, se tornaria a “carro-chefe” das sorveterias em Manaus: a Glacial.


 “Nós possuímos dois tipos de lojas: a de self service e as de taça. Na primeira, como o próprio nome diz, o cliente pode se servir à vontade com o sabor da sua escolha, já na segunda, os sorvetes já são servidos prontos”, comentou Lane Lima, funcionária da empresa.

 Criada pelo empresário Antônio Silveira, a Sorveteria Glacial trabalha com uma linha de picolés e sorvetes que, além de apresentar os já bastante conhecidos sabores, como chocolate, doce de leite e morango, oferece, também, uma linha exclusiva com diversas frutas típicas da região Amazônica.

“A novidade do momento é o sorvete de manga, que estamos servindo há pouco tempo. No entanto, os que vêm se destacando mais são os de castanha do Brasil e tucumã, que fazem muito sucesso, inclusive, com os turistas”, comentou Lane, que ainda apontou os sabores açaí, mousse de maracujá e taperebá como sendo os favoritos do público.

 Atualmente, a marca possui nada menos que dez lojas espalhadas pelos mais diversos cantos de Manaus, como avenidas Constantino Nery e Djalma Batista e Centro, este sendo o local com mais sorveterias Glacial (são quatro no total) – isso sem contar com a unidade, ainda inédita, que a marca possuirá na Casa Cor.

Além dela, outra loja especializada na guloseima bastante conhecida do público manauara é a Sorvete Toya, localizada na Rua Herman Lima, nº 471, Compensa.

“A diversidade, a inovação e o investimento são os nossos diferenciais. A Toya utiliza, atualmente, uma máquina única na Região Norte”, frizou Katlen Loureiro, funcionária da sorveteria.

Nascido em Goiás, o seu proprietário Leovaldo Pereira da Silva oferece um cardápio com cerca de 40 sabores de sorvetes artesanais, com destaque para os de morango, cupuaçu e creme com frutas, os mais solicitados pela clientela.

Semelhante à Glacial, a história da Sorveteria Z Zero Grau é bastante antiga. Há mais de 50 anos, a mãe dos atuais donos da loja, Creuza Braga, abria uma sorveteria na cidade. Dessa época, seus filhos, Carlos e Ana Lúcia, guardaram livros com cerca de 20 receitas de sorvetes à base de leite – sem gordura e conservantes químicos – e, dispostos a resgatar a fórmula da matriarca, abriram, em 2007, a primeira unidade da Z Zero Grau, na Rua Pará, no Vieiralves.

“Os (sorvetes) de bem-casado, delícias de cupuaçu e maracujá e Z Zero Grau são os mais famosos e, agora, estamos com uma novidade no cardápio, o espanhola, que leva abacaxi, uva verde e rum”, finalizou a atendente Valéria Ribeiro.