Publicidade
Entretenimento
Buzz

Assessor de Lindsay Lohan diz que envolvido em acidente está mentindo sobre suborno, diz site

Identificado apenas como James, o motorista disse que um membro da equipe de Lohan lhe ofereceu dinheiro para que a polícia não fosse acionada após o acidente 11/06/2012 às 10:24
Show 1
A atriz americana Lindsay Lohan
UOL/CELEBRIDADES ---

Steve Honig, representante da atriz Lindsay Lohan, disse ao site da "People" que o motorista de caminhão envolvido no acidente com a atriz nesta sexta-feira (8) está contando mentiras para tentar obter dinheiro.

Identificado apenas como James, o motorista disse que um membro da equipe de Lohan lhe ofereceu dinheiro para que a polícia não fosse acionada após o acidente. James teria recusado o suborno e ainda afirmou que outro funcionário da atriz teria removido uma sacola rosa de seu carro e pedido para que James não mencionasse isso à polícia.

"Para mim parece que uma vez que ele percebeu que não conseguiria tirar nada de Lindsay, decidiu tentar pegar dinheiro ao contar mentiras aos tabloides", disse Honig à "People".

Nesta segunda (11), o site TMZ afirmou que James já procurou um advogado e, aparentemente, que ser ressarcido pelos danos causados em seu caminhão.

A artista de 25 anos bateu um Porsche preto alugado contra a traseira de um caminhão de 18 rodas em uma rodovia na cidade de Santa Monica, na costa oeste dos Estados Unidos. De acordo com a polícia local, os dois motoristas envolvidos no acidente estavam sóbrios. Lindsay chegou a ser levada para um hospital, mas foi liberada algumas horas depois.

A atriz está gravando em Los Angeles as cenas de "Liz and Dick", telefilme que narra o período da vida da artista Elizabeth Taylor com o parceiro Richard Burton. As primeiras imagens da produção foram divulgadas nesta semana.

Lindsay costuma ganhar manchetes por problemas pessoais e com a justiça norte-americana. Com passagens por prisões, hospitais e clínicas de reabilitação, a atriz, que vai fazer aniversário no próximo dia 2 de julho, esteve desde 2007 em liberdade condicional por dirigir embriagada e com posse de cocaína.