Publicidade
Entretenimento
O cara da dança

Bailarino amazonense ganha espaço nacional ao dar aulas para celebridades

O bailarino Rodrigo Picanço fala sobre dança e alunos famosos 27/09/2012 às 07:44
Show 1
O amazonense já participou do quadro “Dança dos Famosos”, do programa “Domingão do Faustão”, em 2011, com a modelo Renata Kuerten
Rafael Seixas Manaus, AM

A dança surgiu na vida do bailarino Rodrigo Picanço pelo simples fato do amazonense querer conquistar uma mulher. A “gatinha” não ficou em sua vida, mas a dança lhe rende até hoje bons frutos.

O dançarino já participou do quadro “Dança dos Famosos” (2011), do programa “Domingão do Faustão” (TV Globo), fez trabalhos coreográficos em novelas e para alguns famosos. Agora, a aluna/celebridade da vez é a apresentadora do SBT Patrícia Abravanel, filha de Silvio Santos. Ela dançou com Picanço na gravação do “piloto” de seu novo programa, intitulado “Sábado à Noite”, que em breve entrará na grade de programação do canal.

O convite para coreografar Patrícia partiu de Jaime Arôxa, um dos professores de dança mais respeitados do País, um dos mestres de Picanço. “Fui indicado para dançar com ela (Patrícia) uma coreografia do filme ‘Dirty Dancing - Ritmo quente’. (...) O programa é sobre canto, música e entretenimento”, adiantou o Índio, como é conhecido no eixo Rio-São Paulo.

“Ensaiei com a Patrícia durante uma semana e ontem (dia 24 de setembro) gravamos. Ensaiávamos duas horas e meia por dia”, complementou o artista que, em Manaus, comanda uma escola de dança (junto com Bruno Penafort) no República Real.

Rebolado aprovado

A aluna tem talento? Ele é categórico ao dizer: “Claro! Ela tem um supertalento, é carismática, esforçada, perfeccionista e gosta de todos os detalhes certinhos. Procurei colocar na cabeça dela que não precisava se preocupar com a técnica, mas que se divertisse dançando. Recebi elogios dela, ela disse que queria ter a minha paciência, tranquilidade, e que conseguiu manter o equilíbrio porque viu tudo isso em mim”, contou.

E parece que essa parceria deu certo, porque a dupla passou apenas duas vezes a coreografia final para a gravação do piloto do programa.  “Normalmente se passa cinco ou seis vezes a coreografia. Ela ficou nervosa (na gravação), disse que confiava muito em mim e que iríamos levar a coreografia do início ao fim”.

Celebridades

Para Picanço, trabalhar com famosos não é tão complicado como muitos pensam. “Confesso que aprendemos muito com eles, você sai com outro astral, outra forma de agir, pensar. Quando tive o primeiro contato com famosos não sabia se queria tirar fotos, pular de alegria... Ainda sinto tudo isso, mas, agora, penso por que estou ali e acabo vendo que, os deixando à vontade, eles se sentem mais seguros. Quando me porto dessa forma,  vejo que sou aceito, eles conversam com você, perguntam coisas de sua vida. Acaba que adquirem confiança”.

Picanço também já fez trabalhos coreográficos em novelas como “Beleza pura” (2008), “Três irmãs” (2009), “Tempos modernos” e “Cama de gato” (ambas produzidas em 2010). Além disso, já deu aulas para Camila Pitanga, Daniel Boaventura, entre outros atores.