Publicidade
Entretenimento
Vida

Banda baiana 'Vivendo do Ócio' agitou a estreia do 'Escada Rolante' em Manaus

Marcando a estreia do projeto, na última sexta-feira, dia 12, o público conferiu o show do grupo baiano Vivendo do Ócio, em sua primeira apresentação em Manaus, no República Real 15/10/2012 às 09:23
Show 1
Até mosh rolou no show da vivendo do Ócio. Som agitou os inúmeros fãs
Rosiel Mendonça Manaus, AM

Os produtores culturais independentes da cidade detestam a zona de conforto: o projeto “Escada Rolante Sessions”, capitaneado por Arlete Matias e Uriel Rebelo, é prova disso. A iniciativa surgiu em agosto deste ano e pretende movimentar a cena manauara com shows de bandas que tocam nos iPods dos indies País afora.

Marcando a estreia do projeto, na última sexta-feira, dia 12, o público conferiu o show do grupo baiano Vivendo do Ócio, em sua primeira apresentação em Manaus, no República Real. Outros shows marcados são os da banda carioca Medulla, no dia 26, e da curitibana Sugar Kane, no dia 4 de novembro, em locais ainda a serem definidos.

A agenda do “Escada Rolante” reserva outras surpresas: os produtores estão prestes a confirmar para o mês de dezembro apresentações da Vanguart, banda de folk rock formada em Cuiabá, e do carioca Cícero, que despontou para o sucesso na Internet com o álbum “Canções de apartamento”.

ROCK BAIANO

Um show para ninguém ficar parado. Assim foi a estreia da banda Vivendo do Ócio em terras amazonenses. Formado por Jajá Cardoso (vocal e guitarra), Luca Bori (vocal e baixo), Davide Bori (guitarra) e Dieguito Reis (bateria), o grupo apresentou um repertório sem pontos mornos e destilou o puro rock‘n’roll produzido na capital da Axé Music. O pré-show ficou por conta das bandas locais Alado’s e Coyotes Voadores, além da dupla de DJs Drunk Stereo.

“É como se a gente estivesse na Bahia: quente”, disse o baterista, saudando a recepção dos fãs que marcaram presença no República Real. “Bomba relógio”, “Tudo que eu quero” e “Hey hey” foram as músicas que abriram a apresentação, marcada por um mix de composições do três álbuns lançados pela banda: “Teorias de amor moderno” (2008), “Nem sempre tão normal” (2009) e “O pensamento é um ímã” (2012).

MOMENTOS

O República inteiro sentiu saudade da Bahia quando o vocalista anunciou a música “Nostalgia”, um dos hits do álbum mais recente. “É uma das mais importantes que a gente tem”, disse Jajá. Na opinião do estudante Raphael Carlos, um dos presentes ao show, esse foi um dos pontos altos da noite.

“Também foi muito bom quando tocaram ‘Precioso’, mas foi uma pena não terem entrado as músicas ‘fofas’, como ‘Dois mundos’”, declarou ele, que acompanha a VDO desde 2009, quando a banda levou o prêmio de Aposta do Ano no Video Music Brasil (VMB).