Publicidade
Entretenimento
BENEFICENTE

Banda Bates Motel faz show em homenagem ao Linkin Park no Teatro Amazonas

Show que acontece no dia 19 de setembro arrecadará livros e brinquedos para casa de amparo a hansenianos 17/08/2017 às 16:26 - Atualizado em 17/08/2017 às 16:44
Show 25
Bates Motel é toda formada por fãs da banda Linkin Park (Foto: Divulgação)
Tiago Melo Manaus (AM)

O Teatro Amazonas, famoso por abrigar grandiosos festivais de ópera, jazz e espetáculos do mundo todo, desta vez será palco de um show especial em homenagem à banda Linkin Park, que recentemente perdeu seu vocalista, Chester Bennington, que se suicidou em julho deste ano por conta da depressão. O show, que acontece no dia 19 de setembro, às 20h, será comandado pela banda Bates Motel.

"Já realizamos alguns especiais do Linkin Park em diversas casas noturnas da cidade, anteriormente, mas, por conta desta enorme perda, decidimos fazer algo melhor", comentou o guitarrista da banda, Diego Cavalcante.

Segundo o músico, a entrada para o show será um livro ou um brinquedo, que serão doados para a Casa Andrea do Amazonas, sociedade de amparo a hansenianos que existe há 38 anos na capital e que fica localizada na rua Brasil, nº 40, Coroado, zona leste de Manaus.

"Esta é a primeira vez que vamos tocar no Teatro Amazonas. Também é a primeira vez que alguém vai levar o rock e o metal do Linkin Park para dentro do Teatro. Vai ser épico, vamos dar o nosso melhor para atender aos fãs e eles não sairão decepcionados", comentou Diego Cavalcante, ressaltando que o repertório passará por toda a trajetória da banda e contará com diversos hits.

Composta por Vitor Macarin (vocal), Thiago Carvalho (guitarra/vocal), João Alcantara (baixo/vocal), Rafael Santana (bateria) e Diego, a banda é toda formada por fãs de Linkin Park, que cresceram ouvindo suas músicas em jogos de videogames e programas televisivos.

"O evento, que contará com um vídeo de abertura com uma palestra sobre a depressão, foi uma forma que encontramos de homenagear uma banda querida, além de ajudar o próximo, no caso a Casa Andra do Amazonas, e, ainda, alertar os jovens sobre os perigos dessa doença que levou Chester embora", concluiu o músico.