Publicidade
Entretenimento
ROCK

Banda Instinto Animal é uma das novas caras do rock nacional

Power trio entra para a nova geração do rock ao lado de Far From Alaska, Selvagens à Procura de Lei, Scalene e outras que crescem no Brasil 02/10/2017 às 15:28
Show banda
acritica.com

O rock nacional pode não ter a mesma força dos anos 80, mas está longe de longe de acabar. O Rock in Rio e o São Paulo Trip 2017 - eventos que tiveram Bon Jovi, Guns ‘N’ Roses, Aerosmith, entre outros grandes nomes no lineup - mostraram que o bom e velho rock and roll ainda tem espaço nos palcos e corações dos brasileiros.

O cenário nacional também apresenta grandes promessas, mesmo que não estejam nos principais programas de rádio e TV. O jovem trio do Instinto Animal, por exemplo, é uma das bandas que entra para a nova geração do rock ao lado de Far From Alaska, Selvagens à Procura de Lei, Scalene e tantas outras que crescem no Brasil. 

Na estrada desde 2013, Daniel Martins (bateria), Léo Fernandes (guitarra e vocal) e Urso (baixo) trazem na bagagem as influências dos clássicos do gênero como Led Zeppelin, Black Sabbath e Jimi Hendrix, sem abrir mão do estilo próprio.

 Com esta pegada, Instinto Animal lançou o disco Vertigem. Produzido por Lampadinha (vencedor de 5 Grammy Latino), o álbum foi gravado em apenas três dias no formado live in studio, modelo que permitiu capturar toda a intensidade e criatividade das performances ao vivo.  

Como o próprio nome sugere, Vertigem mostra o conceito de oscilação no cotidiano, na rapidez com que relacionamentos se dissolvem, trazendo as composições para um campo de duplo sentido entre os contextos gerais e pessoais, traçando, assim, uma relação muito mais próxima com os ouvintes. “Hoje em dia as relações de trabalho e de relacionamento são muito descartáveis. O disco é uma mostra do que vivemos com relação ao ser humano em contato com o todo”, explica Léo.

Cada faixa possui um significado diferente dentro do conceito do álbum. O single “Amar é loucura”, por exemplo, traduz os sentimentos humanos em cores. A faixa ganhou um videoclipe que ultrapassa a marca de 20 mil visualizações no YouTube.

 “Quando acabar” fala um pouco sobre o ego e o ciúme; “Viciado em você” aborda os vícios que podem ser em qualquer tipo de substância, pessoa ou sentimento. Ao todo são onze faixas autorais, disponíveis nasplataformas digitais e também em versão física.

*Com informações da assessoria de comunicação.