Publicidade
Entretenimento
RETORNO

Banda Pavilhão 9 lança primeiro CD após hiato de onze anos

Liderado pelos vocalistas Doze e Rhossi, grupo muda formação e retorna as atividades com álbum de inéditas após pausa de mais de uma década 22/08/2017 às 10:21
Show bv0422 875f
Formada nas ruas do Grajaú, subúrbio paulistano, banda ganhou destaque nos anos 1990 com letras de cunho social (Foto: Divulgação)
Juan Gabriel Manaus (AM)

Em meados da década de 1990, as rádios brasileiras foram tomadas por um rock praiano, subversivo, que balanceava letras cômicas com críticas sociais e ainda flertava com elementos da cultura hip-hop. A exemplo de nomes como Charile Brown Jr e Planet Hemp, um outro grupo foi tomando para si os holofotes dessa indústria e aos poucos se consagrou no cenário nacional. Trata-se da banda paulista Pavilhão 9, que após um hiato de quase onze anos, resgata essa essência musical com o seu novo disco, intitulado “Antes, Durante e Depois”.

Lançado em julho deste ano, o disco é o sétimo da carreira que completa 25 anos de existência em 2017. Sob tutela da Deck Disk e com produção de Daniel Krotoszynski em parceria com os próprios integrantes, o álbum conta com dez faixas inéditas que juntas soam como um verdadeiro grito contra as desigualdades políticas e sociais no Brasil. “O pavilhão sempre teve esse lado de alertar os problemas que incomodam a sociedade, o cidadão comum, representar quem não tem voz”, explica um dos vocalistas da banda, Doze.

O projeto reflete as influências do grupo que vão do rock de Rage Against The Machine ao rap de Kendrick Lamar. Para o trabalho, Rhossi e Doze já vinham reunindo idéias desde 2014, quando sentiram necessidade de retornar com a banda. “Sentimos a necessidade de que tínhamos que voltar com a banda e tivemos as idéias de quais assuntos abordar, quem poderia agregar com nós na parte musical. Viemos trabalhando esses processos ai, depois que resolvemos quem estaria na parte musical foi que nos fechamos no estúdio pra fazer a parte da criação”, revela o vocalista.

Novas caras

Ao lado de Doze, o também vocalista Rhossi permance como únicos remanescentes da formação original do Pavilhão 9. A banda, aliás, foi toda reformulada para a volta aos palcos e agora conta com o baterista Leko (ex-Tolerância Zero), o guitarrista Rafael Bomback e o baixista Heitor Gomes (ex-CPM22 e Charlie Brown Jr).

“Nós já tínhamos contato com os novos integrantes de algum tempo. O Heitor tocou com a gente no Lollapalooza em 2012, já o Rafael é também guitarrista do projeto solo do Rhossi e o Leko já vinha fazendo um trabalho bem legal com outras bandas. O pavilhão 9 sempre teve essa democracia de todos que estão fazendo esse projeto terem liberdade de criação. Eu acho que quando você tem essa liberdade, você faz o que gosta e consegue expressar através da musica uma qualidade”, conta Doze.

Hiato

Foram onze anos longe dos holofotes, com um parêntese para uma apresentação única na primeira edição nacional do Lollapalooza em 2012. A ocasião foi uma tentativa frustrada de voltar aos palcos, em um período que para Doze ainda não era o certo. Agora com nova formação, o grupo já se prepara para iniciar a turnê com um show de lançamento do novo disco em outubro, na cidade de Porto Alegre.

Segundo Doze, a pausa aconteceu por uma mudança no mercado musical. Para ele, o gênero havia perdido espaço e o tempo parado serviu para analisar os novos públicos, tendências e voltar com força total. “Essa parada se deu por conta de mudança do mercado e ficamos observando o mercado durante esse tempo. Resolvemos voltar agora por que vimos uma lacuna a ser preenchida. Nossas paginas na internet também ajudaram, tínhamos ali em torno de 10 mil pessoas e a página não tinha nenhuma movimentação nossa, enquanto as pessoas solicitavam nossa volta”.