Publicidade
Entretenimento
MÚSICA

Banda República Popular grava novo videoclipe no Teatro Amazonas

Clipe do single 'Somo2' será lançado no dia 4 de maio, afirma o vocalista Viktor Judah 25/04/2018 às 15:09 - Atualizado em 25/04/2018 às 15:14
Show bv0325 1f
(Foto: Divulgação)
Tiago Melo Manaus (AM)

Após o clipe em animação de “Curió” e o independente “NVMFDA”, a banda República Popular trabalha para lançar o vídeo da música “SOMO2”, no dia 4 de maio. O trabalho, a exemplo do anterior, segundo o vocalista, baterista e tecladista Viktor Judah, também segue uma linha simplista, com performances dos integrantes da banda, desta vez no palco do Teatro Amazonas.

De acordo com Judah, a gravação no teatro símbolo da cidade, só foi possível graças à liderança do secretário de Cultura, Denilson Novo. “Agora está muito mais fácil de conseguirmos acesso a estes espaços públicos de arte, que antes eram públicos entre aspas. Era uma dificuldade enorme e agora aproveitamos essa oportunidade”, explicou o músico.

Ao todo, o processo de produção do clipe, da concepção à edição final, durou cerca de um mês, sendo uma semana de ensaios, outra de gravação, mais uma semana para edição e outra de pós-produção para a inclusão dos efeitos digitais. 

Vale ressaltar que ao contrário do clipe de “NVMFDA”, todo feito pela banda, o de “Somo2” contou com a direção de Matheus Mota e a fotografia de Henrique Saunier e Davi Penafort. “Foi incrível trabalhar com essa galera, ficamos impressionados com a agilidade, a técnica e a pegada dos três. Já conhecíamos o trabalho deles, mas ter essa experiência profissional foi sensacional. Eles capturaram muito bem todo o clipe”, adiantou Judah.

A principal diferença, conforme Judah, está na concepção do clipe, que teve uma coreografia própria criada pelo diretor, Matheus Mota, que se apaixonou pela música e apresentou a ideia para a banda. “A princípio, a ideia inicial, era fazer uma gravação ao vivo”, afirmou Judah.

Focados no disco

Concentrados na gravação do novo disco, “Húmus”, Judah conta que a banda não tem pensado em fazer shows no momento. A longo prazo, o músico revela que a banda tem conversado sobre a participação em dois festivais em Manaus, além de uma passagem pelo Sul do Brasil, que deverá resultar em shows por outras estados, como São Paulo. “Mas tudo isso ficará para depois do lançamento do disco, até porque as músicas são novas e vamos ensaiar bastante ainda”, disse ele.

Publicidade
Publicidade