Publicidade
Entretenimento
Arte do sabor

Bolos feitos de forma artesanal ganham espaço

Doces levam o toque caseiro com técnica e ingredientes da mais alta gastronomia 31/10/2012 às 10:11
Show 1
Desde a descoberta de novas combinações de sabores até o toque final da apresentação do doce, todas as partes do processo são feitas meticulosamente pelos chefs
Luciana Santos Manaus

Em se tratando de gastronomia, nada melhor do que fugir da mesmice. Tanto que, a todo momento, chefs investem em novos sabores que possam aguçar- e agradar- os paladares dos clientes mais existentes. No ramo da confecção de bolos não é diferente. A chef Luciana Guerreiro vem apostando no estilo artesanal, no qual ela se encarrega de todo o processo de produção, desde a descoberta de novas combinações de sabores, até o toque final na apresentação do doce.

 “Eu sempre convivi com bolos feitos pela minha avó e mãe e quis manter essa massa leve, fofinha. Mas também estudei gastronomia, reformulei sabores e criei outros”, conta a profissional formada pela Universidade Estácio de Sá (RJ), cujo curso de gastronomia possui convênio com as escolas do renomado chef francês Alain Ducasse.

Dentre as delícias criadas por Luciana, estão os bolos com massa de caputino com recheio de nutela; o de massa branca com recheio de hortelã e limão e cobertura de chocolate ao leite; além do carro chefe de seu ateliê, que é o bolo de chocolate com recheio e cobertura de ovomaltine.

 “As pessoas adoram o sabor e, apesar de alguns ainda fazerem confusão, ovomaltine não é chocolate, então o resultado é realmente surpreendente”, garante, ressaltando que evita o uso de produtos industrializados para “preservar o sabor”.

Sem restrições

 Luciana Guerreiro conta ainda que está desenvolvendo uma linha de bolos voltados para pessoas que sofrem de diabetes. “Ainda estamos em teste, pois é muito difícil não utilizar o açúcar no preparo dos doces. Mas espero que no ano que vem eu já consiga fazer um bolo diet que a pessoa possa comer e sentir o mesmo sabor do produto que leva açúcar”.

Inspiração gourmet

Outro bolo que vem conquistando os manauaras é o produzido com massa de chocolete e cobertura de chocolate belga ao leite. O doce produzido pela Brigadore é inspirado em um dos brigadeiros gourmet comercializados pela loja.

“Nosso diferencial é que o bolo vem com bastante cobertura. A pessoa pode partir as fatias e colocar cobertura suficiente”, diz o proprietário, Thiago Castro, acrescentando que novos sabores de bolo, também inspirados nos brigadeiros, estão em fase de teste.

 O empresário informa ainda que o bolo de chocolate belga ao leite pode ser encomendado (nos tamanhos médio e grande) ou comprado na loja.

Como o bolo da vovó

A chef e proprietária da conceituada loja paulistana La vie en dulce, cujos doces podem ser encontrados na Casa Cor Amazonas 2012, diz que os bolos ditos de massa com recheio aparente estão em alta. Quanto aos sabores, ela afirma que os mais procurados são os tradicionais, como chocolate, frutas cítricas (morango e abacaxi), e os que levam castanha, amêndoas e nozes.

Carole também cita como tendência bolos mais simples, com a aparência do bolo feito pela mãe ou avó.

 “As pessoas pararam de fazer as coisas em casa devido a rotina de trabalho. Então as mães de hoje querem comprar esses produtos para poder oferecer aos filhos”.

Na La vie en dulce, a chef diz que além dos cupcakes, os doces de coco gelado, vendido em porções definidas e embrulhadas em papel alumínio são os mais procurados. “Encomendam até pra casamento”, revela.