Publicidade
Entretenimento
Cancer de pele

Cabeleireiros podem ser grandes aliados na identificação do câncer de pele

Em uma área de difícil acesso visual como o couro cabeludo, o profissional pode ajudar no diagnóstico precoce da doença 03/05/2012 às 11:51
Show 1
Profissionais da beleza podem desempenhar um papel importante na detecção da doença no estágio inicial
Luana Ribeiro Manaus

Cabeleireiros são melhores amigos das mulheres quando se trata de beleza, mas podem ser grandes aliados quando o assunto é saúde.

Um estudo divulgado pela publicação cientifica especializada em Dermatologia, Archives of Dermatology, revelou que o câncer de pele pode ser detectado a olho nu, através do couro cabeludo, e que os cabelereiros tem um papel importante na identificação.

“O couro cabeludo é uma área de difícil acesso visual. Quando a lesão é alta e faz relevo, as pessoas percebem e normalmente procuram um médico. Mas nem todo câncer tem essas características, às vezes só é uma alteração de cor, por exemplo, então o cabeleireiro pode ajudar nesse sentido”, diz o dermatologista da Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas, Fábio Francesconi.

Dermatologista destaca importância dos cabeleireiros no diagnóstico da doença

 O médico ainda destaca a importância dos profissionais no diagnóstico precoce. “Se você tem o mesmo cabeleireiro há muito tempo, fica até mais fácil. Porque se não existia um sinal, e de repente apareceu um, ele vai notar e dizer”, afirma. “Geralmente não dá sintomas, por isso a gente precisa do cabeleireiro. Pode até doer, sangrar, mas se for esperar isso para fazer um diagnóstico já não é precoce, já está num estágio mais avançado da doença”, alerta.

 Projeto

 O médico acredita que reunir esforços de profissionais da saúde e beleza pode ajudar na detecção e tratamento do câncer de pele. Por isso está elaborando um projeto que tem o objetivo de treinar cabeleireiros a reconhecer lesões perigosas. “Não é lugar mais frequente para se identificar. Mas algum médico já olhou seu couro cabelo?“, questiona. “Quando a gente faz o diagnóstico precoce, o custo do tratamento é um, se o diagnóstico é tardio, ele pode aumentar em até sem 100 vezes”, finaliza.


Atenção para o câncer de pele

 Fatores de risco

-Histórico familiar

-A exposição ao sol ou cabines de bronzeamento

-Pessoas com pele clara correm maior risco, mas ninguém está imune

Prevenção

 -Use um protetor solar com fator de proteção solar (FPS) de 30 ou maior. Aplicar a loção para todas as áreas expostas, inclusive antes e depois de entrar na piscina, mesmo se produto for à “prova d'água” . Não esqueça a parte de trás das orelhas, pescoço, braços, nariz e lábios.

-Quando tiver exposto ao sol, use chapéu

-Obtenha a vitamina D através da alimentação ou de completos, ao invés da exposição ao sol

Como detectar

- Lembre da regra do “ABCDE”, ela ajuda a identificar as lesões de risco: ---A - Assimetria: Um lado diferente do outro

- B - Bordas irregulares

- C - Coloração, duas ou mais cores ou mudança na cor. Frequentemente uma mistura de preto, bronzeado, marrom, azulada, vermelho ou branco

- D - Diâmetro maior que seis milímetros

-E - Evolução, observar se com o tempo aumenta o tamanho ou muda de cor