Publicidade
Entretenimento
Buzz

Caetano Veloso relata pressão de militares por apresentações na TV Globo ao retornar do exílio

Exilado na Inglaterra desde 1969, Caetano Veloso conseguiu voltar ao país na época por intermédio de Maria Bethânia, que dialogou junto às autoridades da ditadura militar para que o cantor pudesse acompanhar a missa de celebração dos 40 anos de casamento de seus pais 18/07/2012 às 10:43
Show 1
Caetano Veloso
uol/música ---

O cantor Caetano Veloso afirmou que um grupo de miltares forçou a sua participação em dois programas da TV Globo durante o retorno do compositor ao Brasil, em 1971. O relato foi dado pelo artista de 69 anos durante entrevista concedida à equipe de seu próprio site. O UOL Entretenimento teve acesso a um trecho da explicação.

Exilado na Inglaterra desde 1969, Caetano Veloso conseguiu voltar ao país na época por intermédio de Maria Bethânia, que dialogou junto às autoridades da ditadura militar para que o cantor pudesse acompanhar a missa de celebração dos 40 anos de casamento de seus pais.

Detido pelos militares logo ao aterrissar no Brasil, Caetano lembra da participação nos programas de Chacrinha e "Som Livre Exportação", que teria sido arranjada com o objetivo de transmitir ao povo brasileiro a ideia de que "tudo estava normal".

O cantor ainda lembrou da vigilância constante que sofreu por parte do exército em 1971. "Dois caras ficavam na porta da casa da minha mãe a noite toda", relata Caetano no trecho divulgado. "Ficavam me vigiando, fiquei angustiado."

A íntegra do depoimento será divulgada nesta quarta-feira (18) no site do cantor.