Publicidade
Entretenimento
Vida

Caldeira em festa: bar do Centro celebra 50 anos

Shows musicais e fogos de artifício vão festejar meio século do bar, que ganhou o nome após desastre 11/01/2013 às 08:47
Show 1
O Caldeira foi visitado em 1974 por Vinicius de Moraes
Felipe Libório Manaus, AM

Nesta segunda-feira, dia 14, um dos bares mais tradicionais da cidade, o Bar Caldeira, completa 50 anos de História. Frequentado por intelectuais e personalidades de Manaus e do Brasil, o local coleciona histórias.

Fundado em 1963 por uma família de imigrantes portugueses, o espaço se chamava anteriormente Mercearia Nossa Senhora dos Milagres. Em 14 de janeiro de 1970, a explosão de uma das caldeiras da Santa Casa de Misericórdia matou duas pessoas e feriu outras 15.

“Desde então, as pessoas começaram a se referir ao estabelecimento como ‘aquele perto de onde explodiu’ a caldeira”, conta o atual administrador, Carbajal Gomes. O apelido acabou se tornando o nome oficial do bar. A data do acidente também passou a ser aquela em que se comemora a inauguração do estabelecimento.

Bilhete do Poetinha

Frequentado por intelectuais e personalidades de Manaus, o Caldeira foi visitado em 1974 por Vinicius de Moraes. Segundo relatos dos frequentadores mais antigos, ele teria bebido e cantado com os presentes. Um bilhete escrito de próprio punho pelo poeta atesta “Declaro, proclamo e assino que [...] estive no ‘Caldeira’, na boa e carinhosa companhia dos maiores boêmios de Manaus. E adorei.”

Além de Vinicius, outros nomes como Jair Rodrigues, Jamelão e Luiz Caldas também passaram pelo Caldeira.

Há sete meses, os donos do bar decidiram alugar o ponto e o ofereceram aos clientes. Entre os interessados, o escolhido foi Carbajal, que já frequentava o local há três anos.

Tradicionalmente restrito a clientes antigos, o Caldeira vive uma fase de abertura com shows de samba, pagode e música amazonense, além de tributos a nomes como Noel Rosa, Cartola e o próprio Vinicius de Moraes. “Queremos tornar o bar mais conhecido e frequentado pelo público de Manaus”, diz Carbajal.

E vai ferver!

A comemoração do aniversário de 50 anos começará com queima de fogos à zero hora de segunda-feira, 14. Às 19h será realizado o show dos artistas amazonenses Kátia Maria e Rinaldo Buzaglo. A festa também terá bolo, salgados, refrigerante e até mesmo a presença de pessoas que se feriram no acidente que deu nome ao bar. A entrada será gratuita e somente o consumo será cobrado.

Serviço

o que é: Comemoração de 50 anos do Bar Caldeira

onde: Rua José Clemente, 237, Centro, esquina com a rua Lobo D’Almada

quando: Segunda-feira, dia 14, às 19h