Publicidade
Entretenimento
Vida

Cantores do Garantido usam técnica desenvolvida na França como preparação para gravarem o DVD 2012

O apresentador Israel Paulain e levantador de toadas Sebastião Jr participam no próximo sábado da gravação ao vivo do CD e DVD com toadas 2012, intitulado Tradição. Para se prepararem, além de ensaios, eles fazem aulas diárias de ‘ginástica respiratória’ 27/01/2012 às 09:19
Show 1
Elaine Rowena, Israel Paulain e Sebastião Jr durante ensaio em Parintins
Leandro Tapajós Parintins (AM)

Quem estuda canto sabe da importância da respiração para o bom desempenho, seja na música lírica ou popular. Uma técnica chamada ginástica respiratória – ainda pouco difundida no meio artístico amazonense – vai além dos exercícios respiratórios e vocalizes já conhecidos. De modo multidisciplinar ela garante uma melhor performance e saúde de cantores e profissionais da voz. A técnica que nasceu na França é praticada há quatro meses por cantores do Boi-bumbá Garantido, em Parintins.

O apresentador Israel Paulain e levantador de toadas Sebastião Jr participam no próximo sábado da gravação ao vivo do CD e DVD com toadas 2012, intitulado Tradição. Para se prepararem, além de ensaios, eles fazem aulas diárias de ginástica respiratória.  “O profissionalismo é fundamental. Essa preparação tem sido feita de maneira muito dedicada e partiu da diretoria do boi. Esse aprimoramento surtirá efeitos não só na gravação do DVD 2012, mas durante o festival e para o magnífico DVD que gravaremos no centenário do Garantido em 2013”, projeta Paulain.

Sebastião acredita que todos os cantores deveriam conhecer a técnica. “Nossa ferramenta é a nossa voz. Ficamos muito felizes com essa orientação que estamos recebendo. O Garantido é o nosso rei, mas quem está à frente é o apresentador e o levantador. Por isso, temos que nos preocupar e nos preparar. Estamos representando uma nação”, disse.

Os exercícios são praticados diariamente e ajudam os músicos a terem uma melhor consciência do próprio corpo. “Ele (Sebastião Jr) faz um curso de fisiologia da voz completo, um trabalho similar de um primeiro ano de uma faculdade de canto. Ele está primeiro aprendendo a entender o corpo dele. Ainda temos um caminho considerável pela frente, mas hoje ele é com certeza outro profissional da voz, ele não é mais o mesmo levantador de junho e não será o mesmo do próximo festival”, revela Elaine Rowena, que é cantora lírica, Conselheira de Cultura da Câmara de Artes Musicais do Espírito Santo e adepta da ginástica.

A técnica
Segundo Elaine, há 15 anos um grupo de pesquisadores de áreas relacionadas, entre elas fonoaudiologia, canto, otorrinolaringologia e psicologia, criaram as técnicas usadas por ela. “A ginástica foi criada na França, aprimorada nos EUA. Ao melhorar a qualidade da respiração temos influências na saúde, por isso pode ser feita por qualquer pessoa. Para o músico ela permite uma maior consciência e emprego da voz”, disse.

Ela acrescenta ainda, que  “o próprio artista pode fazer nos bastidores dos shows, com bailarinos passando, gente correndo, sem precisar de um instrumento. Assim como é preciso aprender a aquecer, preparar a voz, é preciso saber desaquecer. Evitar certos alimentos para não prejudicar as pregas vocais. Tudo isso é trabalhado com a ginástica respiratória”, conclui.