Publicidade
Entretenimento
Buzz

Carolina Dieckmann 'estava sendo chantageada', diz advogado da atriz

"A atriz estava sendo chantageada há cerca de 20 dias, uma pessoa disse que estava em posse das fotos e queria R$10 mil em troca. A Carolina já tinha avisado a Globo e a polícia do caso", contou o advogado 05/05/2012 às 17:32
Show 1
Suposta foto da atriz Carolina Dieckmann
uol/celebridades ---

O advogado Antonio Carlos de Almeida Castro, contratado para cuidar do caso do vazamento de fotos de Carolina Dieckmann, disse que a atriz estava sendo chantageada e que as fotos em que aparece nua divulgadas nesta sexta (4) na internet, realmente foram furtadas de seu computador pessoal.

"A atriz estava sendo chantageada há cerca de 20 dias, uma pessoa disse que estava em posse das fotos e queria R$10 mil em troca. A Carolina já tinha avisado a Globo e a polícia do caso", contou em entrevista por telefone ao UOL. A assessoria de imprensa da atriz também foi procurada, mas ainda não se pronunciou oficialmente sobre o assunto. 

Castro, que está no Rio especialmente para cuidar do processo, diz que "a primeira providência a ser tomada é uma ação inibitória, que punirá   sites e páginas sensacionalistas que não retirarem as imagens do ar com indenização". "Está sendo aberto um inquérito para descobrir o criminoso, que pode ser julgado por leis civis e criminais. Isso inclui furto, dano moral, injúria, difamação", explica. "A Carolina tem um filho adolescente, nunca aceitou posar nua, essas fotos eram pessoais", disse. 

Conhecido como Kakay, o advogado escolhido pela atriz é famoso por assumir casos políticos polêmicos, como o de Demóstenes Torres, e também por representar presidentes, governadores, parlamentares e ministros em Brasília. No Rio, um departamento policial especializado em crimes virtuais, a DRCI (Delegacia de Repressão a Crimes de Informática) está a frente da localização sob supervisão do delegado Gilson Perdigão. 

Entenda o caso

Uma série de fotos que retratam a atriz Carolina Dieckmann nua cairam na internet na tarde da sexta-feira (4). As 36 imagens estão hospedadas em um site de compartilhamento. Procurada pela reportagem do UOL, a assessoria de imprensa da atriz não comentou imediatamente, e disse que não conhecia as imagens. Informou que se pronunciaria "o mais breve possível".

Em uma das fotos, a pessoa aparece sentada em um vaso sanitário. Em outra, está deitada numa banheira, coberta por água. Ela usa o próprio celular para fazer algumas das imagens. Em outras, é clicada por outra pessoa, que não aparece.

O nome de Carolina Dieckmann foi para o topo dos assuntos mais comentados do Twitter brasileiro logo após a publicação das imagens. Até a noite desta sexta, a Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI) do Rio de Janeiro não recebeu boletim de ocorrência relacionado ao caso.