Publicidade
Entretenimento
Vida

Ciência e conhecimentos milenares unidos na Reflexologia podal

Procedimentos de massagens em zonas específicas ativam o Sistema Nervoso Central e ajudam na cura de doenças como enxaqueca e gastrite 19/12/2012 às 14:52
Show 1
A reflexologia podal é aliada no combate de muitas doenças
acritica.com Manaus

Os índios cherokee, uma antiga tribo norte americana, acreditavam que os pés unem o espírito ao universo e são o nosso contato com a terra e com as energias que fluem do planeta. Esta crença é reforçada  pela reflexologia podal, uma técnica de massagem que une ciência e conhecimentos milenares e que tem nos pés o ponto de partida para proporcionar bem estar e relaxamento.

 “A reflexologia podal segue o princípio de que todos os órgãos do corpo, inclusive o cérebro, estão conectados por meio de canais de energias ativadas em pontos nos nossos pés. Quando nossos pés estão cansados, assim está a nossa mente e corpo”, explica Luciane Colares, massoterapeuta do Espaço Cel Beleza e Bem-Estar, do Grupo Literatus.

Os pés possuem 70 mil terminações nervosas e estes pontos específicos (chamados de zonas), liberam toxinas do corpo ao serem pressionados e agem em diversos órgãos internos. O estímulo faz com que o Sistema Nervoso Central inicie uma gama de atividades internas, verificando o estado de funcionamento do órgão que está sendo estimulado.

Luciana Colares destaca que a reflexologia podal , associada aos tratamentos clínicos convencionais, pode auxiliar na prevenção e cura de várias doenças. No sistema digestivo, por exemplo, a técnica ajuda a combater a úlcera, gastrite, azia, prisão de ventre, má digestão, hepatite, icterícia, gordura no fígado, pedra na vesícula, enxaqueca, tontura, insônia, sinusite, artrite, gota, diarréias e até hemorróidas.

Nas crianças, a massagem terapêutica é eficaz para aliviar cólicas, diarréias e distúrbios do sono. No caso dos pequeninos, os movimentos são feitos pelas mamães, sob a orientação do massoterapeuta. “O intervalo entre cada sessão, seja para adulto ou criança, pode ser de sete dias. Para fins terapêuticos são recomendadas pelo menos dez sessões. É muito importante o contato do terapeuta com o paciente, pois será nessa conversa inicial que iremos detectar os problemas para definir os melhores pontos de aplicação”, afirma a especialista.

CONTRA-INDICAÇÃO – A reflexologia podal não é indicada para hipertensos, diabéticos, grávidas e pessoas com problemas cardiovasculares. Por ativar a circulação, evita-se também a prática dessa massagem logo após as refeições.