Publicidade
Entretenimento
DANÇA

Cinco companhias do AM participarão de festival de dança em Joinville

Na primeira categoria, o Estado será representado pela The Fusion Norte Company. Já na segunda, pelas companhias de dança La Salle; Expressão & Vida; Arte sem Fronteiras e Backstage Studio de Dança 16/05/2016 às 23:47
Show cia de dan a
A companhia The Fusion Norte irá levar ao festival coreografias em alusão à Amazônia (Foto: Denis Natan/Divulgação)
Mayrla Mota Manaus (AM)

Cinco companhias de dança do Amazonas já estão em contagem regressiva para representar o Estado durante o 34º Festival de Dança de Joinville, em Santa Catarina, marcado para ocorrer entre 20 a 30 de julho. O maior evento de dança do mundo reunirá apresentações de coreografias em mostras competitivas e em palcos abertos. Na primeira categoria, o Estado será representado pela The Fusion Norte Company. Já na segunda, pelas companhias de dança La Salle; Expressão & Vida; Arte sem Fronteiras e Backstage Studio de Dança.

Mais de 205 coreografias foram inscritas por diversas companhias de todo o mundo para a mostra competitiva. Dentre elas, o solo masculino de danças populares “Brasilidade: Amazônia nas cores do Brasil”, da The Fusion Norte foi selecionada. Segundo o diretor do grupo, André Durand, a performance interpretada pelo bailarino Vagner Gomes faz alusão ao Boi Caprichoso. “Ao som da toada ‘Amazônia nas cores do Brasil’, do compositor Adriano Aguiar, o intérprete irá transitar por todas as culturas das regiões do País”, adianta o diretor frisando que a companhia tem se esforçado para trazer o prêmio, mesmo sem patrocínios governamentais.

Para o bailarino é enorme a satisfação representar o Estado em solo sulista. “Estou ensaiando todos os dias para levar a cultura do Amazonas para a competição. Sonho com o prêmio”, comenta Vagner, intérprete da coreografia. 

Além de competir na mostra de danças populares, a companhia também irá apresentar coreografias em palcos abertos, instalados em shoppings, praças e hospitais. Dentre as aprovadas pela curadoria artística do festival estão “Fantástica Amazônia dos povos, das penas do sangue indígena que singra em nós”, “Q demais”, “Caxemira: O guerreiro Hindu” e “The Urbane Broken”. “A primeira dança é em alusão ao Boi Garantido. Para interpretá-la iremos levar os seres que habitam as florestas e os nossos rios, como o boitatá, uma das referências do folclore brasileiro. Em alguns dos nossos figurinos teremos lagartos, e para compor a cena coreográfica levaremos duas cobras grandes para interagir com o público”, conta André.

Elenco artístico

A companhia conta no elenco com 25 bailarinos entre 15 e 45 anos, sendo a maioria estudantes de dança da Universidade do Estado do Amazonas, acadêmicos de educação física, além de outras profissões. Para viajar à Joinville a companhia conta com o apoio da Eucatur e do Sinetram. Os interessados em ajudá-los com os custos, agasalhos e outros podem entrar em contato através do (92) 99216-2707. “Em contrapartida oferecemos aulas especiais”, finaliza.

Destaque

O evento é considerado como maior Festival de Dança do Mundo, segundo o Guinness Book, desde 2005. As apresentações em palcos abertos reúnem 1.445 coreografias, que foram selecionadas pela curadoria de Thereza Rocha, Mônica Mion e Marcelo Misailidis.