Publicidade
Entretenimento
PREPARAÇÃO

Ciranda Guerreiros Mura corre contra o tempo para abrir o 21° Festival em Manacapuru

Agremiação traz como tema "Amazônia, o Amor e a  Bravura de um Guerreiro Cirandeiro", que vai retratar a questão da Amazônia através dos personagens tradicionais da ciranda 01/12/2017 às 10:12 - Atualizado em 01/12/2017 às 21:10
Show whatsapp image 2017 12 01 at 09.23.35
Artistas correm para deixar tudo pronto para o evento de logo mais (Foto: Jair Araújo)
Paulo André Nunes Manaus

A menos de 12 horas da apresentação no Parque do Ingá, a Ciranda Guerreiros Mura corre contra o tempo para, ainda, finalizar a estrutura de uma  das suas últimas alegorias. A agremiação abre às 21h o 21° Festival de Cirandas de Manacapuru (a 84 quilômetros de Manaus) e traz como tema "Amazônia, o Amor e a  Bravura de um Guerreiro Cirandeiro", que vai retratar a questão da Amazônia através dos personagens tradicionais da ciranda:  Seu Manelinho, Constância e Seu Honorato.

A alegoria em questão ainda não foi coberta com tecido, encontrando-se ainda na fase primária de estrutura metálica, com soldadores dando os complementos.

"Até o início da apresentação a alegoria estará pronta, pois faz parte do tema", afirmou Thyago Cavalcante, um dos diretores de arte da associação folclórica, agora há pouco no galpão da Mura, localizado na rua Coronel Madeira, bairro Figueirinha.

O galpão da Guerreiros Mura fica localizado ao lado do Parque do Ingá, a minutos da arena onde são realizadas as apresentações. As alegorias serão conduzidas para a área de apresentação a partir de meio-dia, contando com auxílio de aproximadamente 30 pessoas entre funcionários de galpão e artistas. Um dos muros da Mura dá acesso direto ao estacionamento do parque.

A ciranda virá com 12 módulos que darão vida a alegorias gigantescas. 

"Houve atraso de verba e estamos em um corre-corre atípico. Mas estamos  confiantes que tudo dará certo e que iremos fazer uma bela apresentação", comentou Thyago Cavalcante.

Além da Guerreiros Mura, que se apresenta hoje, o Festival de Cirandas terá amanhã a evolução da Tradicional e, domingo, encerrando a festa, a Flor Matizada. Cada agremiação tem o tempo limite de 2h30 para sua apresentação.

A Rede TV! transmitirá o evento ao vivo a partir das 21h