Publicidade
Entretenimento
Web

Clareamentos dentais alternativos disseminados na internet são ineficazes

Esses métodos são citados como alternativas ao clareamento a laser, que tem o valor mais elevado e costuma causar dor em pessoas mais sensíveis. Mas muitos dentistas não recomendam tais alternativas, seja porque a substância usada não atinge as camadas necessárias, ou porque não possui tempo de ação adequado 05/02/2017 às 16:30
Show 1190387
Um tipo de clareamento divulgado é um que depende da energia do celular para funcionar
Laynna Feitoza Manaus (AM)

Duas alternativas de clareamento dentário tem dado o que falar nas redes sociais. A primeira delas é um aparelho de clareamento coreano que diz funcionar à base de celular (?).Segundo o fabricante, é só espalhar um gel nos dentes, colocar uma espécie de molde na boca e esperar 10 minutos.O molde tem um cabo que o permite ser conectado ao celular. A luz azul gerada pela conexão do celular no molde causaria uma reação no gel, o que removeria o aspecto amarelado dos dentes

Outra alternativa difundida por aí é o uso de carvão ativado para clarear os dentes. O tal carvão, que vem em pó, seria utilizado durante a escovação. Segundo os rumores, é só misturar uma pequena quantidade de pó na pasta dental e prosseguir com a escovação. Acontece que a substância é formada por pequenas pedras de carbono e é extremamente abrasiva, podendo estragar – e não apenas desgastar - o esmalte dos dentes.

Esses métodos são citados como alternativas ao clareamento a laser, que tem o valor mais elevado e costuma causar dor em pessoas mais sensíveis. Mas muitos dentistas não recomendam tais alternativas, seja porque a substância usada não atinge as camadas necessárias, ou porque não possui tempo de ação adequado.

“O clareamento dentário é o desgaste do esmalte do dente. Quando desgastamos o esmalte do dente, o dente fica mais branco. Todo mundo quer o dente branco porque é estético, mas o dente amarelado é o saudável, porque isso significa que ele possui várias barreiras antes de chegar na dentina, que é onde dói. Mas um dente amarelado só é saudável com uma saúde bucal boa”, destaca o dentista Marcelo Sá.

Efeito rebote

Segundo Marcelo, pessoas que utilizam outros materiais para clarear os dentes, como água oxigenada e bicarbonato de sódio podem notar um clareamento momentâneo, mas que pode gerar um efeito rebote no futuro. “Esse dente vai pigmentar muito rápido depois. Esses métodos causam abrasão na dentina, mas não uma abrasão eficiente quanto o ácido de consultório, porque essas substâncias não vão chegar aonde deveria chegar o desgaste do esmalte”, coloca ele. Uma alternativa para quem não quer optar pelo clareamento a laser e nem se submeter às alternativas duvidosas é o clareamento caseiro, acompanhado pelo dentista.

O clareamento caseiro é feito com uma moldeira de silicone, produzida com base na estrutura dental do paciente. Com a moldeira é entregue um gel à base de peróxido de hidrogênio em uma dosagem mais leve, para não queimar a boca do paciente. “O paciente deve pingar todo dia uma gota do gel em cada elemento (fôrma) do dente e ir dormir. Ele pode ficar de 6 a 8 horas com a moldeira”, pondera ele, lembrando que o tratamento é indolor e dura de 10 a 15 dias. É possível guardar a moldeira na geladeira. “Se a cada seis meses o paciente quiser repor o clareamento, ele pode ir no cirurgião dentista com a moldeira que possui”, assegura Sá.