Publicidade
Entretenimento
Buzz

Cláudia Raia revela que chorou com novo papel em novela

Cláudia contou que ficou mexida com a proposta e logo consultou os filhos Enzo, de 14 anos, e Sofia, de oito. “Cheguei para os meus filhos e falei: olha, gente, temos um impasse. Me convidaram para fazer um papel, se vocês disserem que é muito duro ficar sem a mamãe" 11/06/2012 às 14:11
Show 1
Da esquerda para a direita, Rodrigo Lombardi, Cláudia Raia e Murilo Rosa durante workshop de "Salve Jorge" no Projac (6/6/2012)
UOL/TELEVISÃO ---

Após o sucesso de sua Jaqueline em “Ti Ti Ti”, Cláudia Raia estava escalada para voltar às novelas no remake de “Guerra dos Sexos”, de Silvio de Abreu. Por conta de “Cabaret”, contudo, a atriz recusou o convite do autor para se dedicar exclusivamente ao musical, que ela sempre sonhou em montar. Mas quando pensou que estivesse dedicada apenas ao espetáculo, Cláudia recebeu um telefonema da escritora Glória Perez, convidando-a para ser a vilã Lívia de “Salve Jorge”, trama que substituirá “Avenida Brasil” na Globo.

Cláudia contou que ficou mexida com a proposta e logo consultou os filhos Enzo, de 14 anos, e Sofia, de oito. “Cheguei para os meus filhos e falei: olha, gente, temos um impasse. Me convidaram para fazer um papel, se vocês disserem que é muito duro ficar sem a mamãe porque vou estar fazendo ‘Cabaret’ em São Paulo e a novela aqui eu digo não. Não é o único papel da minha vida. Mas eles disseram: ‘não, mãe. Você tem que fazer. Esse papel é incrível’. Então com o aval dos pequenos eu disse sim”, contou.

“Quando a Glória [Perez], que é esse furacão, me ligou, eu estava em Angra [dos Reis] com os meus filhos, tranquilinha, nos três dias que eu tive de férias... Aí ela me ligou e falou: ‘olha, você é a minha protagonista, eu só faço com você, o papel é seu. Não tem outra pessoa para fazer’. Aí eu falei: ‘eu tenho o ‘Cabaret’’. E ela falou: ‘eu faço com você fazendo ‘Cabaret’. Nem que eu escreva a novela em dois cenários e uma externa. Mas é com você que eu vou fazer”, lembrou a atriz.

Depois de aceitar o papel da vilã, que é a cabeça do tráfico internacional de pessoas, Cláudia começou a participar dos workshops preparatórios para a novela. E ficou chocada com as barbaridades cometidas pelos traficantes. “A gente ouviu tantas coisas no workshop... Eu chorei o dia inteiro. Chegou uma hora que a Glória [Perez] me cutucou e falou: ‘Cláudia, para de chorar porque é você que vai fazer tudo isso (risos). Deu vontade de pegar a bolsa e sair correndo (risos). Porque é uma coisa muito louca”, explicou