Publicidade
Entretenimento
Vida

'Colegas': cinema e artes cênicas dão oportunidade para artistas com Síndrome de Down

“Colegas” narra as aventuras de três amigos sonhadores: Stalone (Ariel Goldenberg) quer ver o mar, Aninha (Rita Pokk) quer casar e Márcio (Breno Viola) precisa voar. Apaixonados por cinema, Stalone, Aninha e Márcio se inspiram no filme “Thelma e Louise”, e decidem cair na estrada para ir atrás de seus sonhos. Tudo seria perfeito, se não houvesse um detalhe: os três têm síndrome de Down 26/02/2013 às 08:55
Show 1
O filme brasileiro abriu a nona edição do Amazonas Film Festival em 2012
Mellanie Hasimoto Manaus, AM

Prestes a estrear no circuito nacional, “Colegas”, o filme que abriu a 9ª edição do Amazonas Film Festival dá uma lição de vida, sem moralismo e com muito bom humor. Com uma história emocionante e atores cheios de carisma, o filme toca em questões que milhares de brasileiros enfrentam no dia-a-dia: o preconceito e a falta de oportunidades para quem tem síndrome de Down. Apesar disso, o sucesso do filme mostra que as coisas estão  começando a mudar.

“Colegas” narra as aventuras de três amigos sonhadores: Stalone (Ariel Goldenberg) quer ver o mar, Aninha (Rita Pokk) quer casar e Márcio (Breno Viola) precisa voar. Apaixonados por cinema, Stalone, Aninha e Márcio se inspiram no filme “Thelma e Louise”, e decidem cair na estrada para ir atrás de seus sonhos. Tudo seria perfeito, se não houvesse um detalhe: os três têm síndrome de Down. O elenco conta com Lima Duarte, Leonardo Miggiorin, Marco Luque, Juliana Didone, entre outros, e mais 60 jovens com síndrome de Down no elenco de apoio.

Outra produção, na mesma linha, que chama a atenção para o assunto é o espetáculo teatral “A viagem do Capitão Tornado”, em cartaz nos palcos paulistas. Os atores são do Grupo ADID de Teatro, mesma escola de que Ariel Goldenberg  já participou.

Premiado

No cenário internacional, “Colegas” foi premiado em festivais na Itália, no International Disability Film Festival Breaking Down Barriers, na Rússia, e foi exibido no Red Rock Film Festival (Utah, EUA). Em território nacional, venceu prêmios em São Paulo, no Rio de Janeiro e levou o Kikito de Melhor Longa-Metragem Brasileiro no Festival de Gramado 2012, além de ter sido o longa-metragem que abriu o Amazonas Film Festival. Ainda assim, o filme teve dificuldades para arranjar patrocinador, e o diretor demorou sete anos para finalizar o longa.

#VemSeanPenn

No meio de todo esse alvoroço, o diretor do filme, Marcelo Galvão, ouviu Ariel Goldenberg dizer que gostaria que o ator Sean Penn, ganhador de dois Oscar, viesse ao Brasil para a estréia do longa, na próxima sexta-feira, 1º de março. Iniciou-se aí a campanha “#vemSeanPenn” nas redes sociais.  Em um vídeo que está próximo de alcançar 1,4 milhão de visualizações, o protagonista de “Colegas” e mais de uma dúzia de celebridades – entre globais, atletas e músicos internacionais – pedem ao ator que atenda o desejo de Goldenberg.

Muitos acreditam que o vídeo cumpriu seu papel, já que uma colunista de São Paulo afirma que o ganhador dos prêmios da Academia por “Sobre meninos e lobos” (2004) e “Milk” (2009), embora avesso a merchandising ou campanhas publicitárias, está negociando sua vinda ao Brasil. Outros acreditam que, justamente por o vídeo ter sido uma possível estratégia de divulgação para o filme, é difícil que o ex-marido de Madonna aterrisse em terras tupiniquins

Mesmo que Penn não venha, Ariel Goldenberg é um cara realizado, como ele faz questão de frisar. Seu maior sonho era ser ator, e hoje, aos 32 anos, estrelou e protagonizou um filme, leva conscientização por onde passa e narra tudo isso em um blog, recentemente inaugurado no portal Terra. Por meio do link http://bit.ly/Zw0E6W é possível acompanhar as aventuras do ator pelo mundo.

Estreia

“Colegas”, filmado em São Paulo, Rio Grande do Sul e na Argentina, estreia nas salas de cinema por todo o País na sexta-feira, dia 1º de março. Em Manaus, ainda não há confirmação quanto aos cinemas que devem exibir o longa – agora é torcer para que o filme chegue o mais rápido possível por aqui.