Publicidade
Entretenimento
Buzz

Com 45 anos de atraso, polícia conclui que mãe de Dylan McDermott foi morta pelo namorado

Na época, Dylar McDermott tinha apenas cinco anos, e segundo a polícia, sua mãe havia se matado por acidente. As autoridades disseram que as provas que encontraram não seriam suficientes para incriminar Sponza, que viva com Diane McDermott 25/06/2012 às 14:31
Show 1
O ator Dylan McDermott
UOL/CELEBRIDADES ---

Uma investigação policial concluiu que a mãe do ator Dylan McDermott foi morta pelo namorado, João Sponza, em fevereiro de 1967. A polícia da cidade de Waterbury, em Connecticut, nos Estados Unidos, reabriu a investigação sobre a morte de Diane McDermott em 2011. As informações são da agência The Associated Press.

Na época, Dylar McDermott tinha apenas cinco anos, e segundo a polícia, sua mãe havia se matado por acidente. As autoridades disseram que as provas que encontraram não seriam suficientes para incriminar Sponza, que viva com Diane McDermott. De acordo com depoimento do companheiro da vítima, ela atirou em si mesma com uma arma que ele tinha.

Sponza, que tinha ligações com o crime organizado, foi morto a tiros em 1972. Seu corpo foi encontrado no porta-malas de um carro em Waltham, Massachusetts, no estacionamento de um supermercado.

H. Wyane Carver, médico legista do estado de Connecticut, revisou a autópsia e concluiu que a arma encontrada perto do corpo era de calibre menor do que a de onde saiu o disparo que matou McDermott. De acordo com seu relatório, a ferida mostrou que o tiro foi dado por trás da cabeça.

Dylan McDermott, que ganhou um Globo De Ouro em 1999 por seu papel na série de TV "The Practice", não quis comentar sobre a conclusão das investigações. Sua irmã, Robin Herrera, disse ao jornal "Republican-American" que está aliviada porque a verdade foi descoberta. "Estou feliz em saber que minha mãe não estava mentalmente doente ou deprimida", disse ela. "Alguém a levou de nós, ela não nos deixou", finalizou.

A polícia disse ainda que a investigação levou à descoberta  de outros dois homicídios que envolvem Sponza, e que ainda não foram resolvidos.