Publicidade
Entretenimento
Vida

Com crescimento de 50% no IDH, município de Coari comemora 82 anos neste sábado (2)

Programação no Centro Cultural Carlos Braga inclui o concurso Miss Coari 2014 e inicia nesta quinta (31). Município apresentou crescimento de 50% em dez anos, segundo dados do Índice de Desenvolvimento Humano 28/07/2014 às 18:17
Show 1
Festa em 2013 reuniu multidão no Centro Cultural Carlos Braga, em Coari
ACRITICA.COM Manaus (AM)

Ocupando o 21º lugar no ranking dos municípios amazonenses, a cidade de Coari (distante 363 quilômetros de Manaus) promete muita festa neste sábado (2) para comemorar seus 82 anos. A programação começa no dia 31 e envolve diversas atividades como campeonatos esportivos, shows e o concurso Miss Coari 2014. Segundo dados do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do município, Coari apresentou crescimento de 50% de 2000 a 2010.

Os eventos serão realizados no Centro Cultural Carlos Braga, localizado na estrada Coari-Mamiá, na sede do município. A programação inicia no dia 31 com torneios de vôlei de praia, tênis de mesa e sinuca, além de shows de vários artistas do Estado. Nesta noite também serão apresentadas as candidatas a Miss Coari 2014.

No dia 1 de agosto a programação continua, porém, à meia noite, cerca de 80 mil pessoas irão cantar “Parabéns” para a cidade com show pirotécnico.

No terceiro e último dia, será realizada a tradicional Corrida 2 de Agosto, com maratonistas locais e estaduais, além das novidades do ano: o GP Coariense de Motocross e o 1º Festival de Lutas Casadas, nas categorias Submission e Jiu-Jítsu. À noite, a festa será comandada pela dupla sertaneja Jorge e Matheus, além da escolha da Miss Coari 2014.

Crescimento

Coari ocupa atualmente a 21ª posição no ranking dos municípios do Amazonas. O crescimento de 2000 a 2010 foi de mais de 50%, quase 20% a mais do que a média de crescimento obtida pelos primeiros quatro municípios do ranking – Parintins, Itapiranga, Presidente Figueiredo e Itacoatiara - no mesmo periodo.

Coari, que em 2000 apresentava um IDH de 0,389, estava classificado como um índice muito baixo de desenvolvimento humano, conforme o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), mas de acordo com os dados do Atlas de Desenvolvimento Humano no Brasil 2013, a realidade mudou e o município teve um incremento de 87,82% no seu IDHM nas últimas duas décadas.