Publicidade
Entretenimento
Buzz

Com Rodrigo Santoro, filme sobre fundador da Opus Dei ganha nova versão

O personagem de Santoro é o Oriol, um revolucionário que lutou na guerra civil espanhola 21/03/2012 às 14:39
Show 1
Rodrigo Santoro em cena do filme "There Be Dragons", de Roland Joffé
UOL/CINEMA ---

O cineasta britânico Roland Joffé vai lançar na América Latina uma nova edição de seu filme com Rodrigo Santoro "There Be Dragons", sobre o fundador da Opus Dei, Josemaría Escrivá de Balaguer e sobre a Guerra Civil espanhola, com uma "mensagem de reconciliação e perdão", segundo o realizador.

O filme já estreou em 2011 na Espanha e nos Estados Unidos, mas sem a recepção esperada do público. Seu lançamento com uma nova edição está previsto para abril nos países da América Latina, além da Polônia e Alemanha.

"É uma versão melhor. Acho que na primeira cometi um erro, e descobrimos que o filme tem mais força concentrando-se menos na infância (de Escrivá)", explicou Joffé em uma entrevista com a AFP em Bogotá.

O personagem de Santoro é o Oriol, um revolucionário que lutou na guerra civil espanhola.

O drama, filmado na Argentina, em 2009, teve um orçamento de 35 milhões e narra a história de Robert, um jornalista que vive e trabalha em Londres quando descobre a relação que uniu desde a infância seu pai a Josemaría Escrivá de Balaguer (1902-1975).

"Não se pode entender Escrivá de Balaguer sem a Guerra Civil espanhola, e de algum estranho modo não se pode entender a Guerra Civil sem Escrivá. O que me fascinou quanto à história é a ideia de reconciliação e perdão. É um filme sobre o perdão", assegurou Joffé.

(Com informações da AFP)