Publicidade
Entretenimento
Atividades na hora do almoço

Como otimizar o tempo no intervalo do almoço

Muitas pessoas aproveitam o intervalo do almoço para agilizar seus afazeres, aproveitando para voltar com mais disposição para o trabalho no período vespertino 29/10/2012 às 08:46
Show 1
Bruna Castro vai ao salão no intervalo do almoço
Felipe de Paula Manaus

O tempo é hoje um artigo de luxo. Mais do que o dinheiro, as horas (ou a falta delas) estão sempre no centro de nossas preocupações, e o relógio passou a ter uma autoridade inquestionável. Mas como maximizar o seu tempo para fazer tudo o que você quer, precisa e merece fazer, seja para seu próprio bem estar, saúde ou projeto de futuro? Bem, a resposta pode estar espremida entre o meio dia e as duas horas da tarde, ou seja, no seu horário de almoço (mas até os que têm apenas uma hora podem se beneficiar desse tempo).

Assim fazem uma série de profissionais: tem gente que faz compras, outras vão ao salão, alguns tiram tempo pra estudar, enquanto outros, ainda, preferem fazer uma atividade física para não perder o pique no resto da tarde.

Boa dica

Para o coach e consultor profissional Carlos Eduardo Oshiro, o horário do almoço pode ser aproveitado de maneiras variadas e a quebra da rotina ajuda o profissional a voltar com mais disposição ao trabalho. “Tem muitas empresas que disponibilizam duas horas de almoço, e nesse intervalo dá para fazer muitas coisas, desde tirar uma soneca (está provado que até 20 minutos de sono favorecem a produtividade) até pagar contas ou mesmo fazer uma atividade física”, diz ele, que aconselha, para os que têm apenas uma hora de intervalo, que procurem, no tempo que sobra do almoço, fazer a leitura de algum livro. “Muita gente reclama que não tem tempo pra ler, mas usar esse horário, pelo menos meia hora, é uma ótima alternativa”, diz ele.

Mudança de hábito

Se para algumas pessoas, nada como uma soneca depois do almoço para voltar com toda a disposição para o trabalho, para a analista de sistemas Ana Carolina Oran só uma atividade física pode deixá-la com todo o gás para enfrentar uma tarde de trabalho. “Quando eu não vou (para a academia), fico muito indisposta. Porque você acaba comendo e ficando meio 'mole'. Não é muito produtivo. Quando vou, fico bem mais esperta”, diz ela. Resultado: em pouco mais de um ano, ela já perdeu 40 kg.

Ana Carolina aproveita o intervalo para se exercitar

 “Faço spinning (bicicleta ergométrica), step, musculação, boxe e triatlo na Companhia Athlética”, diz ela, que tem duas horas de almoço e aproveita para fazer mais aulas do que faria se malhasse apenas no período da noite.

Tempo se cria

 O advogado e professor universitário Marcos Arruda não tem uma rotina fácil. Dá aula em duas instituições, além de atuar na sua área e estar em constante atualização de conceitos do Direito. Mas não é de hoje, mas sim desde os tempos da graduação, que ele criou o hábito de estudar na hora do almoço. “Fazia estágio na época da faculdade e comecei a usar a hora do almoço para estudar”, diz ele, que já fez cálculo até de quanto tempo passa no congestionamento por semana, a fim de otimizar o tempo.

Professor aproveita intervalo para estudar

 “Passamos em média dez horas em trânsito por semana. Em área de congestionamento, dá até pra tirar o livro e ler alguma coisa”, diz ele. Marcos conta ainda quem tem uma frase como seu principal lema contra os rigores do tempo. “Tempo não se tem, se cria”, diz ele, atribuindo ao autor William Douglas a frase que, segundo ele, descreve exatamente como devemos priorizar o que é importante na nossa vida. “Se algo é importante, dá-se um jeito”, conclui.

Bem viver

Segundo especialistas, tirar uma soneca de pelo menos meia hora pode ajudar a voltar para o trabalho mais produtivo. No entanto, pessoas muito ativas, ao fazer o contrário, também podem fugir do estresse e da monotonia pós-refeição e voltar ainda mais dispostos para as atividades vespertinas de trabalho. Se você é um deles, vão aqui boas dicas do que fazer com seu precioso intervalo de almoço!

Escapada ao salão

A bela Bruna Castro também não tem lá muito tempo para cuidar daquilo que toda mulher adora: ir ao salão de beleza, fazer compras e respirar um ar diferente do ambiente do trabalho, só para desestressar. Ela, que trabalha numa rádio da cidade, aproveita justamente o intervalo do almoço, de apenas uma hora, para correr ao salão e não deixar o visual cair no mais do mesmo da rotina pesada. “Eu corto o cabelo, faço compras, vou na costureira, sempre nesse horário”, diz ela, que além do trabalho, ainda faz academia à noite, o que impossibilita qualquer compromisso noturno de Bruna.