Publicidade
Entretenimento
Vida

Concerto da Amazonas Filarmônica homenageará Muzio Clementi

O homenageado da noite foi um compositor importante do período de transição do Classicismo para o Romantismo, foi pianista – inclusive seu livro de estudos para piano é utilizado até hoje nas escolas 04/01/2013 às 08:42
Show 1
Primeiro concerto de 2013 terá como maestro convidado Silvio Viegas
a crítica Manaus, AM

Interrompida desde o dia 22 de novembro do ano passado, a Série Guaraná 2012/2013 retorna com seus concertos, começando pelo dia 10 de janeiro, às 20h, no Teatro Amazonas. A orquestra Amazonas Filarmônica (AF), sob regência do maestro convidado Silvio Viegas, regente titular da Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, vai apresentar pela primeira vez na cidade a “Sinfonia N° 3 em Sol Maior”, do compositor italiano Muzio Clementi.

O homenageado da noite foi um compositor importante do período de transição do Classicismo para o Romantismo, foi pianista – inclusive seu livro de estudos para piano é utilizado até hoje nas escolas. “Ele é conhecido mais como pianista e pedagogo do que como compositor. Existe um movimento de recuperação de sua sinfonia. Essa é a primeira vez que será feita no Amazonas. É o resgate de um compositor que é muito importante”, destacou Marcelo de Jesus, maestro assistente da AF e titular da Orquestra de Câmara do Amazonas (OCA).

História

Clementi começou criança na música e foi reconhecido por suas composições para piano. Tornou-se um pioneiro em técnicas e expressividades para o instrumento, bem como também é altamente influente na história da música para teclado. Foi compositor, pianista virtuoso e professor, mais conhecido por suas sonatas e sua coleção de estudos para piano.

Atividades

A Série Guaraná acontece toda quinta-feira (às 20h) e domingo (às 19h) no Teatro Amazonas. Nas quintas-feiras, ocorre a apresentação da AF e nos domingos da OCA. Dia 13 de janeiro, a OCA se apresentará sob regência do maestro Miguel Campos Neto, ex-maestro assistente da AF e hoje regente titular da Orquestra Sinfônica do Theatro da Paz de Belém.

Esta edição da Série Guaraná se estende até o mês de junho. “Nós o fazemos em janeiro, começo de fevereiro, e depois paramos para se preparar para o Festival Amazonas de Ópera (FAO), voltando somente em junho com o projeto”.