Publicidade
Entretenimento
Dicas compras

Confira dicas para evitar dores de cabeça nas compras de Natal

Natal é época de dar presentes e na hora das compras, o consumidor deve ficar atento para alguns detalhes que evitam problemas 18/12/2012 às 13:01
Show 1
Atenção para evitar dores de cabeça com as compras de Natal e fim de ano
acritica.com Manaus

A projeção dos especialistas é otimista: o Natal de 2012 terá um aumento de 5% a 10% sobre o volume das vendas em comparação ao mesmo período de 2011. Apesar de ser uma notícia ótima para o comércio também serve de alerta aos consumidores para realizarem suas compras com racionalidade para evitarem prejuízos e dores de cabeça.

Compras de presentes em lojas virtuais ou televendas

1. Só compre de sites seguros, confiáveis. Mesm que já realize compras usuais por um determinado site, consulte sempre o  histórico recente de reclamações da empresa para saber se ela continua com boa credibilidade;

2. Caso não conheça o site em que está comprando e tenha receio sobre a segurança das suas informações cadastrais, evite fornecer dados de cartões de crédito ou conta corrente e  opte pela opção de pagamento por boleto bancário, atentado-se para o prazo de liberação da venda que envolve o pagamento por boleto;

3. Olhe cuidadosamente a especificação do produto para evitar erro na compra e trocas.  Produtos elétricos, por exemplo, precisam ter voltagem compatível com a da região onde será utilizado;

4. Desconfie de sites ou e-mails(spams) que apresentam ofertas mirabolantes e sobre os quais não encontra informações sobre sua credibilidade.  Há muitos golpes por aí;

5. Nas compras por telefone, não tenha pressa durante o contato.  Ao final da compra, peça sempre para o vendedor repetir a descrião do produto que comprou, a quantidade, as condições de pagamento e o prazo de entrega quantas vezes julgar necessário para ter certeza de que tudo eteja correto.

6. Não realiza compras por telefone se a qualidade da ligação estiver ruim, com muito ruído ou com volume baixo para audição.  Entre em contato novamente com a empresa ou peça para o vendedor ligar para você. É fundamental que tudo seja perfeitamente compreendido;

7. Não compre em site que não fornece um número de central de atendimento ou um canal de contato para tratar eventuais problemas.  Sempre que possível, faça um teste antes para avaliar a qualidade desse serviço de atendimento.  Se no teste você demorar para ser ataendido ou for´mal atendido, é bom avaliar outras opções;

8. Sempre que realizar uma compra e o produto não for o que esperava, não deixe de registrar a sua opinião do produto no site onde fez a compra.  Igualmente, se a empresa não cumpriu o acordado, registre a sua reclamação junto ao Procon ou sites específicos.  Isso é fundamental para que outros consumidores possam ficar em alerta!

Compra de presentes em promoção ou liquidação

 Todo mundo gosta de um bom produto por um bom preço, mas o consumidor deve observar no ato da compra se haverá reposição de estoque para a necessidade de uma eventual troca. Muitas vezes o que está em promoção não será reposto e, se houver necessidade de troca, haverá uma frustração. E essa situação é muito desagradável quando se trata do presente de outra pessoa e que nem imagina que não receberá outro igual. 

Compra de presentes que serão entregues posteriormente

 Se você vai viajar ou precisa estar com o presente em mãos em uma data específica, procure comprá-lo com uma margem de 05 dias úteis pelo menos para a sua entrega. Por exemplo, se precisa do presente no dia 15 de dezembro, faça uma compra que garanta a sua entrega para o dia 10. Estamos em um período em que, infelizmente, há maior risco de atraso nas entregas e, se isso acontecer, terá alguns dias para resolver a situação sem alterar a sua programação inicial.

 Compra de presente feita em cima da hora

É sabido que deixar para comprar o presente de ultima hora pode fazer com que as opções disponíveis não sejam suficientes para uma boa decisão de compra. Muitos dos produtos disponíveis já não apresentam toda a sua linha, alguns viram ponta de estoque e podem trazer problemas para a troca e o consumidor, por não ter se planejado corretamente, pode comprar de modo precipitado, já que ninguém quer passar o Natal sem presentear amigos e familiares.

É preciso lembra que decisão apressada aumenta o risco de insatisfação posterior. Nem todos tem o hábito de fazer a chamada listinha de presentes e de checar, com antecedência, se não está esquecendo ninguém. Sempre se esquece de alguém, mas se todos tivessem essa prática da listinha, o resultado final das compras seria mais satisfatório. Sem contar que a antecedência traz uma melhor condição de pesquisa de preços, que nessa época do ano sempre apresenta variações significativas entre lojas.

Compra de presente em local distante

Quando a compra é certa, e não existe nenhum risco de troca ou de arrependimento de qualquer maneira, não há problema em se realizar compras em qualquer lugar que seja. Mas imagine se o presenteado ou mesmo quem comprou o presente tiver que fazer uma troca em uma loja um tanto distante dos locais que costuma circular.

Por mais que se tentem contatos por telefone, o processo de troca, quando não se trata de um produto divergente ou defeituoso, é uma cortesia da loja, mas não há como abusar em imaginar que a loja irá fazer a retirada ou mesmo proceder à troca de produtos pelos correios com naturalidade. Isso até pode acontecer, mas é melhor não contar com esta alternativa.