Publicidade
Entretenimento
Fé no Casamento

Conheça histórias de casais que acreditam sim no casamento

Eles apostam todas as fichas na relação e seguem rumo ao altar. Conheça as histórias 16/09/2012 às 16:37
Show 1
Mauro Belota e Melina D'Oliveira eram adolescentes quando começaram a namorar. " Foi amor à primeira vista", diz ele
Luana Ribeiro Manaus

“Se a gente se casar domingo. Na praia, no sol, no mar ou num navio a navegar. Num avião a decolar, indo sem data pra voltar. Toda de branco no altar...”. Assim é o refrão mansinho da música ‘Pra sonhar’, do cantor Marcelo Jeneci, que derretou mais de 13 milhões de corações na internet recentemente.

Românticos inveterados, solteirões convictos, apaixonados e solitários, não tem quem não se emocione com o clipe repleto de beijos e lágrimas em casamentos reais. Sim, casamentos. Considerado por muitos o evento mais demodê de todos os tempos e que segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), parece ter sim data para acabar.

 Razão x emoção

Segundo dados do órgão, de 2007 a 2009, o aumento de escrituras de divórcio no Amazonas foi de 41%. O estudo ainda concluiu que em Manaus houve um crescimento de 79% no número de separações em casamentos com um ano e menos de um ano.

Como tantos laços desfeitos, o casamento está fora dos planos para muita gente. Mas como - licença para o clichê - o amor ignora números, estatísticas e qualquer resquício de razão, jovens apostam todas as fichas na relação e seguem rumo ao altar.

O empresário Santhiago Moss, 31, é um exemplo. Ele diz que nunca pensou em casamento, até que no Reveillon de 2008 conheceu a jornalista Carla Machado.


Alguns jantares a dois e muitos almoços em família depois, os pombinhos irão se casar no próximo dia 13 de outubro. Se eles tem medo dos números? Nem um pouco. “Eu venho de uma família bem tradicional, meus pais estão há mais de 30 anos casados. E apesar de tudo, nós temos unidade famíliar. Eu acredito muito nisso”, diz Santhiago.

“Nós temos uma história, passamos por muita coisa juntos. Crescemos e amadurecemos no relacionamento, por isso que nós acreditamos no nosso casamento, por mais que sejamos jovens”, diz Carla.

 História

 Assumidamente romântico, o engenheiro Diego Avelino,32, pediu a mão da dentista Julie Alexandre, 27, no mesmo restaurante em que jantaram pela primeira vez. “Eu sou à moda antiga, conversei com o pai dela antes de pedir em casamento. Para mim um dos motivos que levou a essa decisão foi a certeza de que é o momento”, diz ele.

Para Julie, antes do “sim” é preciso conhecer muito bem o parceiro. “Eu acho que as pessoas estão se separando porque não se conhecem. É preciso dar tempo para o relacionamento crescer”, diz. “Nós acreditamos que o casamento é para a vida toda, e nós queremos muito dividir esse momento especial com a família”, completa.

Juntos há dois anos e meio, o casal deve estar neste momento comemorando o casamento que aconteceu no sábado, 15 de setembro.

Final feliz

Namorados desde adolescência, o administrador de empresas Mauro Belota, 32, e a pediatra Melina D´Oliveira, 28, trocam as alianças no próximo dia 13 de outubro.

Para eles, os pais também servem como inspiração. “Eles estão juntos há mais de 31 anos. Hoje em dia as pessoas casam pensando em se separar, e para qualquer dificuldade que apareça o divórcio é solução”, diz ela.

 “Nós estamos doidos para que fique logo pronto nosso apartamento, para termos nosso cantinho. Eu e ela gostamos de cozinhar e já pensamos em fazer comida, jantarzinho e convidar os amigos”, diz Mauro. “Estamos muito empolgados, só falamos disso”, confessa ele.

A comoção em torno do vídeo romântico ‘Pra Sonhar’, pode ser um sinal que a festa símbolo do amor ainda desperta emoções e a ideia do “e foram felizes para sempre...” ainda parece interessante, capaz de causar aquele friozinho bom na barriga para quem sonha encontrar - ou já encontrou - alguém para dividir os lençóis.


Jean Vale Publicitário, 27, casado há 1 ano

 “Sempre sonhei em casar, constituir família, fazer diferente dos meus pais, que infelizmente se separaram. Mesmo presenciando todos os conflitos dentro da minha casa, não deixei de acreditar que podia seguir um caminho contrário ao deles. O casamento é mais que mudar de estado civil ou de status nas redes sociais, é uma decisão onde duas pessoas tão diferentes tornam-se uma só. Isso é divino, é um milagre e quem acredita em milagres como eu, sempre vai acreditar no casamento.