Publicidade
Entretenimento
Vida

Coral João Gomes Júnior celebra seus 59 anos de fundação com ‘Concerto de Gala’ nesta quinta, 15

Ritta de Araújo Calderaro, diretora-presidente do jornal A Crítica, é uma das homenageadas do concerto do Dia dos Professores, que será realizado no salão nobre do Atlético Rio Negro 14/10/2015 às 19:44
Show 1
Atualmente, composto por mais de sessenta integrantes, o coral conta com a participação de pessoas de diversas áreas
Alexandre Pequeno Manaus (AM)

Celebrando seus 59 anos de fundação, o Coral João Gomes Júnior – um dos 10 mais antigos em atividade do Brasil , oferece ao público seu "Concerto de Gala", no próximo dia de 15 de outubro, às 19h30 no Atlético Rio Negro Clube, localizado na avenida Epaminondas, Centro de Manaus.

Na data, que coincide com o Dia dos Professores, o espetáculo presta as homenagens aos mestres da educação, juntamente com os funcionários públicos, e é claro, uma constante homenagem à cidade de Manaus.

Cleomar Feitoza, presidente e uma das fundadoras do coral, conta que os ensaios são realizados as terças e quintas em sua própria garagem. Sem fins lucrativos, o grupo vocal funciona com os esforços dos próprios integrantes, porém todo esse empenho é recompensado com o resultado final. “Nós não temos nenhum patrocínio, mas no fim, vale a pena, pois tudo isso é educação”, afirma a fundadora.

Atualmente, composto por mais de sessenta integrantes, o coral conta com a participação de pessoas de diversas áreas. “Temos médico, advogado, juiz, jornalista, dona de casa, políticos, professores e estudantes”, conta Cleomar.

“O nosso repertório é vasto, vai do sacro, erudito, popular, folclore e outros ritmos”, conta o jornalista Mário Monteiro de Lima. “É um coral que está sempre se renovando, procurando novos caminhos”, complementa.

Homenageados


No evento deste ano, o Coral presta uma homenagem a alguns mestres de destaque no Amazonas, como a professora Ritta de Araújo Calderaro, mestra de artes no Instituto de Educação, educadora na Escola Montessoriana Álvaro Maia, para deficientes, e diretora-presidente da Rede Calderaro de Comunicação.

Também serão homenageados a professora Émina Mustafa, ex-secretária de educação e cultura e uma das fundadoras do Sesi; o professor des. José dos Santos Pereira Braga, catedrático do Instituto de Educação, magistrado e atuante na justiça do trabalho, e por fim, a professora Dalva Santiago de Farias, mestra no Instituto de Educação e Diretora do Centro de Artes Neusa Ferreira.

Impasse no Teatro Amazonas

A presidente Cleomar Feitoza revela que este ano enfrentou dificuldades para levar o espetáculo ao público no local. O concerto, que costumeiramente ocorria no Teatro Amazonas, quase fica sem palco. “Qualquer outro grupo da cidade ou de fora acha facilidade para se apresentar no Teatro, para nós é uma dificuldade”, protesta a fundadora.

“Este ano, com devida antecedência, enviamos ofício e fomos na Secretaria de Cultura pedir um espaço na nossa ‘casa da cultura’, em todos os níveis, recebemos a notícia que o Teatro Amazonas está fechado para nós, para fazermos a nossa homenagem”, afirma.

Mesmo com todas as dificuldades, Cleomar felicita em poder levar o concerto para o Atlético Rio Negro Clube. “O Rio Negro Clube abriu as portas para nós”, conclui.

Em nota, a assessoria da Secretaria de Estado da Cultura informou que o Coral João Gomes Júnior sempre é atendido nas suas solicitações com relação à agenda no Teatro Amazonas, porém, apesar dos esforços não há mais agenda no Teatro Amazonas para este ano, o que foi avisado à direção do coral.

A SEC ressaltou que, no dia 15 de julho desse ano, em comemoração ao 59 anos do grupo - comemorado no dia 13 daquele mês -, o coral se apresentou no Teatro Amazonas. A secretaria frisou que a nova apresentação, neste dia 15, só não foi possível porque foi solicitada em cima da hora.

Projeto Cantigas de Roda

Como parte das atividades realizadas pelo coral, recentemente foi lançado o "Projeto Cantigas de Roda", que como o próprio nome sugere, é um resgate das tradicionais cantigas antigas. “São 25 cantigas que nós trabalhamos e na apresentação que fizemos na rua, contamos com a participação de jovens que chamavam as crianças para cantar. Foi interessante ver as mães cedendo suas crianças para participarem da roda”, afirma Mário Monteiro. “Iremos levar esses trabalho para entidades e instituições de caridade”, acrescenta.

Histórico

O Coral João Gomes Araújo foi fundado por um dos principais nomes da música erudita no Amazonas, o maestro amazonense Nivaldo Santigo, com a intenção de formar espectadores para este tipo de apresentação. Sua estreia ocorreu em 13 de julho de 1956, no palco do Teatro Amazonas.

Serviço

O que é: ‘Concerto de Gala’ do Coral João Gomes Júnior

Onde: Atlético Rio Negro Clube, Av. Epaminondas, Centro

Quando: 15 de Outubro, quinta-feira, 19h30

Entrada Franca