Publicidade
Entretenimento
Vida

Cotidiano da Amazônia mesclado ao surrealismo será abordado por mosaicista em mostra

O artista plástico brasiliense Raymond de Sá exporá uma galeria no TRT-AM, nesta quinta (29). A proposta criativa do artista é economizar em cores e formatos e desconstruir formas 28/11/2012 às 10:56
Show 1
Intenção é explorar mosaicos em objetos de decoração
acritica.com Manaus, AM

Rever o cotidiano da Amazônia com uma adição de surrealismo é o intuito do artista plástico brasiliense Raymond de Sá, que na posição de mosaicista mostrará uma galeria no Tribunal Regional do Trabalho (TRT-AM), localizado na Rua Barroso, s/n, bairro Centro, às 09h, na quinta-feira (29). Participarão da mostra o mosaicista Felipe Bonates e o artista plástico João Bosco, cujo estilo é abstrato figurativo.

O foco da proposta do artista, que tem participação ativa nos movimentos artísticos da cidade nos anos 80, são os elementos amazônicos implícitos em objetos de decoração, como jarros, mesas e vasos. Segundo Sá, o mosaico faz parte de uma herança européia que integra a decoração dos ambientes.

“São apartamentos, varandas, fachadas de prédios,piscinas e outras propostas que permitem um embelezamento estético singular aos espaços. Acredito que vai cair no gosto popular em Manaus também”, disse o artista.

A arte reproduzida nos mosaicos por Raymond de Sá é a mesma que ele retrata em seus quadros, que ressaltam um aspecto menos folclórico e mais cotidiano e urbano da Amazônia em ambientes como praças, feiras, e passeios pelo Centro antigo de Manaus.

A proposta criativa do artista é economizar em cores e formatos e desconstruir formas. “Quando inicio o trabalho parto de um tema simples a partir deuma leitura rápida, a intenção é rever o cotidiano com uma pitada desurrealismo”, ressaltou Raymond de Sá.