Publicidade
Entretenimento
Vida

Depilação a laser: saiba porque é mais eficaz

A depilação a laser, segundo as especialistas, podem ser realizadas em qualquer tipo de pele, devido aos avanços no campo de pesquisa, e adiantam o porquê da interferência da coloração da pele no processo 03/10/2012 às 13:21
Show 1
As enfermeiras Andréia Bertelli e Marta Lira, da Estomacare esclarecem sobre o procedimento
acritica.com Manaus, AM

Tanto mulheres quanto homens são conhecedores do tormento causado pelos pêlos indesejáveis. Quando estão presentes, em excesso, podem ser sinônimos de desleixo e falta de higiene. A depilação tradicional elimina momentaneamente os pêlos, mas, quando menos se espera lá estão eles, comprometendo a repercussão da imagem das pessoas.

Para entender como funciona o crescimento dos pêlos e saber como eliminar significativamente a incidência desses vilões da aparência, as enfermeiras Andréia Bertelli e Marta Lira, da Estomacare (www.estomacare.com.br), Clínica Integrada de Saúde e Bem Estar, de São Paulo, explicam tudo sobre depilação e, mais especificamente, sobre a depilação a laser, procedimento não definitivo, porém, é destacado como o mais eficaz na área.

Eficácia

As enfermeiras destacaram que a depilação a laser, apesar de ser um método duradouro, não é definitivo, mas que possui credibilidade quanto ao processo de depilação.

“O laser é um método duradouro, pois destrói a “raiz” do pelo. Entretanto, por ação hormonal, nosso organismo poderá produzir novos pelos que nascerão geralmente em menor quantidade e mais finos. Esse processo varia muito de pessoa para pessoa e pode demorar anos para acontecer ou não ocorrer. Assim, uma nova sessão de depilação a laser poderá ser realizada caso a pessoa queira retirá-los”, afirmaram.

Elas apóiam também a eficácia do método. “A depilação a daser funciona devido à ação térmica gerada pela luz que, atraída pelo pigmento chamado melanina presente no pêlo, destrói sua raiz.  Esse pêlo cairá em 15 ou 20 dias após o procedimento e não nascerá novamente”, asseguraram.

Qualquer tipo de pele

A depilação a laser, segundo as especialistas, podem ser realizadas em qualquer tipo de pele, devido aos avanços no campo de pesquisa, e adiantam o porquê da interferência da coloração da pele no processo.

“A energia térmica gerada pela luz do laser é absorvida por um pigmento presente no pêlo chamado de Melanina e então ocorre a destruição da raiz através desse calor. Entretanto o pigmento melanina está presente também na pele e é responsável pela coloração da pele. Logo, quem tem mais melanina na pele será da etnia negra”, certificaram.

“Assim sendo, quando a luz do laser é disparada tanto a melanina da pele, quanto a do pêlo atraem essa energia térmica podendo causar, de manchas irreversíveis à queimaduras. Por isso é importante realizar a depilação a laser em um local com aparelhos adequados e profissionais habilitados. Na Estomacare, por exemplo, você poderá contar com um aparelho que permite tratar a pele negra ou bronzeada”, afiançaram as enfermeiras.

Segurança

Elas destacaram que a depilação a laser é segura por ter constante investimento na área de pesquisa, mas alertaram que o procedimento só pode ser realizado por profissionais habilitados, e lembraram dos benefícios do procedimento à uma aparência saudável para a pele.

“Além de nos livrar dos pelos indesejáveis, a depilação a laser também é muito adequada para pessoas que apresentam foliculite (pêlo encravado). Como o pêlo não nascera novamente, não haverá mais foliculite deixando a pele com o aspecto mais saudável”, garantiram.

Sessões

Para a obtenção de um resultado efetivo, as cuidadores afirmam: “O numero de sessões varia entre 5 e 7, dependendo da quantidade de pêlo e coloração da pele e do pêlo, mas em uma ou duas sessões já é possível observar um excelente resultado. Assim pode haver pessoas que necessite de 3 ou 4 sessões e outras de 6 ou 7 sessões. Geralmente o intervalo entre as sessões é entre 30 a 60 dias, dependendo da área depilada”, contaram.

E a depilação a laser é confortável? Para isso Bertelli e Lira também têm as respostas. “A tolerância dolorosa é muito diferente de pessoa para pessoa. A dor depende basicamente do aparelho e técnica utilizada. Hoje em dia, a fotodepilação com luz intensa pulsada (LIP) tem mostrado maior tolerância e conforto. Entretanto, os aparelhos de depilação a laser já são muito confortáveis quanto à sensação dolorosa. Neste caso, é experimentar para ver sua preferência”, afirmaram.

Economia

Além de tudo, a depilação a laser é vista como econômica, segundo as cuidadoras. “Se pensarmos que uma mulher gasta, em média R$ 80,00 em depilação convencional com cera por mês, ao longo de sua vida (cerca de 25 anos), gastará cerca de R$ 24.000,00 em depilação. Com a depilação a laser, o gasto médio em 25 anos será de R$ 7000,00, contando as áreas mais solicitadas para a depilação e manutenção ao longo da vida”, concluíram as enfermeiras.