Publicidade
Entretenimento
TRADIÇÃO

Diretoria firma 22 de agosto como dia oficial da Fuga do Caprichoso

A concentração para a fuga do Caprichoso inicia às 20 horas, no Porto de Parintins, e resgata história vivida há 35 anos 21/08/2017 às 10:59
Show img 9439
(Foto: Divulgação)
acritica.com

Na centenária história do Caprichoso o costume de matar o boi foi quebrado após o apelo emocionado de uma criança. Há mais de 35 anos, quando o padrinho do Caprichoso era Dejard Vieira, ao encerrar o ciclo daquele ano com o anuncio da morte do boi, um menino começa a chorar ao ouvir que o bumbá que comandava a brincadeira junina iria morrer.

A emoção da criança, então com 8 anos, comove a todos e as lágrimas de uma criança dão início a uma nova tradição. Com o boi passando a fugir e não mais a morrer. “Naquela noite a criança foi dormir sentida e ao chegar ao seu quarto percebeu que o Boi se escondeu naquele lugar e as lágrimas deram lugar ao sorriso, pois o boi dormiu com aquela criança”.

A história foi contada pelo presidente do Conselho de Arte do Caprichoso, Ericky Nakanome. Ele lembra que a criança é o autônomo Alfredo Vieira, filho de Dejard Vieira, ex-prefeito de Parintins e o padrinho que presenteou o Caprichoso com o primeiro veludo negro.

A história da fuga será resgatada neste dia 22 de agosto de 2017, quando presidente do Boi Caprichoso, Babá Tupinambá, assinará portaria firmando o dia 22 de agosto como data permanente para a fuga do Caprichoso. “A data será fixada no dia do Folclore. O dia do Folclore também será o dia do boi Caprichoso”, conta Tupinambá.

De acordo com a madrinha do boi, a coordenadora do departamento Cultural, Odinea Andrade, a programação a ser cumprida nesta terça-feira, 22, iniciará com o boi de rua saindo do cais do porto da cidade. “A concentração inicia às 20 horas e na caminhada vamos ter figuras tradicionais como o gigante, paco-paco, dona Aurora e uma réplica do capacete do Tuxaua Zeca Xibelão”, anuncia.

Após a caminhada a festa com vários movimentos do folclore estarão envolvidos na programação como pastorinhas, quadrilhas entre outros que se apresentarão no curral Zeca Xibelão.