Publicidade
Entretenimento
Buzz

Dnit se compromete a recuperar e manter vicinais do Amazonas

É que, segundo a Sepror, três dos sete mil quilômetros de vicinais do Amazonas estão em áreas que pertencem ao Governo Federal e, por isso, são uma responsabilidade do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) 02/03/2012 às 14:06
Show 1
A má conservação das vicinais compromete o transporte e o escoamento da produção
Monica Prestes ---

Segundo a Sepror, três dos sete mil quilômetros de vicinais do Amazonas estão em áreas que pertencem ao Governo Federal e, por isso, são uma responsabilidade do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT)

O escoamento de parte da produção rural do Amazonas e a própria rotina dos moradores de comunidades rurais no interior do Estado são comprometidos pelas condições precárias de 5,5 mil quilômetros de vicinais, muitos intrafegáveis, que demandam investimentos da ordem de R$ 100 milhões para a recuperação.

O cenário não é nenhuma novidade para o período de chuvas na região, que acaba piorando ainda mais a situação das vicinais, a maioria ainda de barro e sem a infraestrutura adequada.

A novidade deste ano é que o Governo Federal assumiu a responsabilidade por parte dessas vicinais e se comprometeu a recuperar e manter as vias, segundo o secretário de Estado de Produção Rural, Eron Bezerra.

“Em outras ocasiões, quando o ministro dos Transportes era o Alfredo Nascimento, que ironicamente é da nossa região, tratei sobre esse assunto, mas recebi a resposta de que não era responsabilidade do ministério. Desta vez, o Dnit assumiu a responsabilidade. Isso já é a primeira vitória, contra a falta de vontade política”, disparou.

É que, segundo a Sepror, três dos sete mil quilômetros de vicinais do Amazonas estão em áreas que pertencem ao Governo Federal e, por isso, são uma responsabilidade do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT).

Reunião

De acordo com Bezerra, em reunião realizada na manhã desta quinta-feira, em Brasília, com representantes do Dnit, o órgão federal se comprometeu a recuperar e manter as vicinais que estiverem dentro de assentamentos federais e em uma área de cinco quilômetros no entorno das rodovias federais.

Os recursos e o início dos trabalhos de recuperação dos vicinais devem ser definidos em conjunto com o Dnit, entre o fim de março e o início de abril. “O Dnit vai nos ajudar, mediante levantamento que devemos concluir em março, sobre a situação das vicinais no Amazonas. Quando tivermos o mapa das vicinais em situação mais precária, vamos discutir valores”, disse Bezerra.