Publicidade
Entretenimento
Televisão

Substituta de Daniela, Adrianne Diniz fala sobre o 'Manhã no Ar'

De estagiária a apresentadora, jornalista comemora trajetória dentro da RCC de quase 10 anos e o novo desafio. Desde o dia 2 de janeiro ela está à frente do programa criado e apresentado por Daniela desde 2015 08/01/2017 às 05:00 - Atualizado em 08/01/2017 às 17:25
Show bv0108 01f
Desde do último dia 2, Adrianne Diniz assumiu a apresentação do "Manhã no Ar" (foto: Antônio Lima)
Lídia Ferreira Manaus (AM)

Há oito anos, Adrianne Diniz chegava à sede da Rede Calderaro de Comunicação (RCC)para o primeiro estágio na rádio A Crítica. Ali, nos bastidores, a jovem de 19 anos vinda no Maranhão iniciava a sua carreira e nem imaginaria que, em 2017, substituiria Daniela Assayag no jornalístico  “Manhã no Ar”.

Desde o dia 2 de janeiro ela está à frente do programa criado e apresentado por Daniela desde 2015. Exibido de segunda a sexta, o “Manhã no Ar” dá bom dia aos telespectadores de Manaus com as primeiras notícias do dia. De maneira esporádica, Adrianne já fazia parte da equipe. Participava de inserções todos os dias, direto da rádio, onde apresentava o A Critica Notícias, 93.1 FM. “Há 8 anos acordo de madrugada para produzir o programa da rádio, estou desde a criação, comecei na produção.

Depois comecei a fazer locução e fui convidada para ser repórter da TV. Já estou acostumada a acordar cedo, só que agora eu chego uma hora antes”. Ela também foi a subsitituta mais constante de Daniela na apresentação na TV. “Fui surpreendida pelo convite no fim do ano, especialmente porque a Daniela também me escolheu, junto com a direção, o que me deixou mais tranquila. É um peso substituí-la, confesso que me tirou o sono. Ela é uma referência, é uma profissional com uma qualidade espetacular”, diz. “Mas tenho ciência que temos perfis, posturas e experiências diferentes. Meu foco é manter a qualidade do programa”. O interesse em participar de todo o processo de produção leva Adrianne chegar à emissora às 4h. “É tudo muito dinâmico, dependendo dos acontecimentos, o programa inteiro pode mudar no ar, é preciso estar prepada”, diz. 
Graduada em Jornalismo pela Uninorte e pós-graduada em mídias sociais e assessoria de imprensa, ela herdou da rádio o “ jogo de cintura” do ao vivo, uma paixão que começou aos 16 anos na cidade natal. “Fui recepcionista e depois comecei a ir para o estúdio fazer horóscopo, agenda, entretenimento”, conta.  “Tudo aconteceu inesperadamente lá e aqui. Principalmente a TV, só pensava em rádio e, claro, o A CriticaNotícias era um filho, que bom que continuamos na mesma redação, vou sentir falta.Mas estou muito feliz e sei da responsabilidade que uma apresentadora tem de representar toda uma equipe”. 
 

Novos desafios para Daniela Assayag

Desde 2014, Daniela Assayag trocou a reportagem pelos estúdios aos olhos dos telespectadores. Nos bastidores, foi bem mais que isso. Com 23 anos de carreira, ela também assumiu   a gerência de jornalismo da TV e Rádio do grupo RCC com o desafio de comandar uma equipe de 100 pessoas e a maior grade programação local da região Norte: cinco horários de produção regional. “Fiz um MBA na área em São Paulo e já estava nos planos focar mais na gerência. Com as novidades de 2017,  a direção e eu decidimos que era necessário o afastamento da apresentação diária”. 

Ainda assim, a atuação diante das câmeras da comunicadora premiada, considerada a jornalista do Norte mais admirada pelo  site Portal dos Jornalistas em 2016, será mantida em projetos especiais, como a transmissão do Carnaval 2017. Pelo segundo ano consecutivo, Daniela será a âncora. “Vai dar para matar a minha saudade do vídeo e alimentar essa amizade que a gente cria com quem assiste a gente. O ‘Manhã no ar’ é um filho, claro que aperta o coração. Mas agora está em boas mãos”, diz.