Publicidade
Entretenimento
MÚSICA

Dupla de rock cristão Os Arrais fala sobre novo EP 'Rastros e Trilhas'

Formada pelos irmãos André e Tiago Arrais, duo passeia pelo indie rock e folk, e lança quarto trabalho da carreira 08/08/2017 às 05:30 - Atualizado em 08/08/2017 às 18:30
Show duo
André (esq.) e Tiago (dir.) gravaram novo trabalho na cidade de Nashville, Estados Unidos (Divulgação)
Juan Gabriel Manaus (AM)

Há mais de dez anos os irmãos André e Tiago Arrais decidiram se unir motivados por suas duas paixões: Música e religião. Juntos, montaram a dupla de rock cristão “Os Arrais” e de lá pra cá arrebataram multidões, trilhando um caminho de sucesso dentro do universo gospel. Prova disso é o recém-lançado EP “Rastros e Trilhas”, quarto da carreira da dupla e que logo na estreia atingiu o primeiro lugar do Itunes Brasil, feito inédito para um artista cristão. 

Gravado em Nashville, nos Estados Unidos, com produção do músico Andy Gullahorn e masterizado em Londres, o projeto carrega uma sonoridade mais voltada para uma mistura entre o indie rock e o folk, mantendo a essência de trabalhos anteriores. Para Tiago Arrais, o novo EP serve como uma continuação dos outros três álbuns, seguindo a linha que teve inicio com “Introdução” (2008) e seguiu com “Mais” (2013) e “Paisagens Conhecidas” (2015). 

“Normalmente a gente não trabalha dentro desse contexto de cantor/compositor. A gente não zela por inovação musical, o mais importante no nosso contexto é a inovação do que pode ser dito. Ele vai ser uma continuidade dos outros. Quando geralmente um CD é diferente dos outros, o nosso estabelece uma referência aos antigos”, explica o músico.

As canções, com letras que falam sobre fé e esperança, ganham mais peso quando se olha para o início tímido de uma dupla que se apresentava para enfermos em hospitais. Para Tiago, foi essa naturalidade na forma de fazer música que justifica o sucesso de hoje. “Quando começamos a escrever música e cantar, a gente não se jogou no mundo da arte buscando uma carreira musical, a gente fazia pra pessoas que estavam doentes em hospitais, nunca houve pretensão de fazer sucesso. A gente acabou ganhando um público sem perceber”, conta.

Turnê

Ao contrário da maior parte das duplas mundo a fora, André e Tiago precisam lidar com a distância de mais de nove mil quilômetros que separam São Paulo, casa de Tiago, e Albuquerque (EUA), onde mora o irmão André. Isso por que André é pastor de duas igrejas na cidade, enquanto Tiago divide a rotina entre música e as aulas que leciona no Centro Universitário Adventista de São Paulo.

A falta de convívio, no entanto, parece não ser empecilho na hora da dupla fazer música. Até mesmo a rotina dividida entre duas profissões se torna inspiração. “É bom em questão de produção artística por que a música surge das coisas dessa rotina. Se a gente vivesse só da música a gente perderia a âncora que dá segurança pra tudo. A gente escreve separado e é muito tranquilo, meu irmão é uma pessoa muito sábia, nenhuma música que eu escrevo é terminada sem passar pelo crivo dele. Temos gosto similares, a música sempre foi nosso ponto de encontro”, conta Tiago.

Os dois estiveram juntos recentemente durante uma rápida turnê em terras brasileiras para divulgar o novo trabalho. Juntos, passaram por oito capitais durante todo o mês de julho. Manaus não esteve na lista, porém, a capital amazonense já foi palco para uma apresentação dos irmãos em 2016. “A turnê é mais uma desculpa pra gente se ver mesmo e é sempre incrível passar pelo Norte e Nordeste porque a galera canta de um jeito diferente. Estivemos em Manaus no ano passado, fizemos um show bem legal no Teatro Manauara. Infelizmente não deu pra passar este ano, mas com certeza voltaremos aí no ano que vem”, conclui Tiago.