Publicidade
Entretenimento
ENTREVISTA

‘É importante mostrar que estou vivo e atual’, diz Erasmo Carlos antes de show em Manaus

Ícone da Jovem Guarda, cantor e compositor se apresenta em Manaus nesta quinta-feira, dia 24, no Dulcila Festas 23/08/2017 às 13:31 - Atualizado em 23/08/2017 às 16:17
Show erasmossashopcarlos alo alo bahia
Artista comenta sobre participação em filmes e fala de futuro disco (Divulgação)
Rosiel Mendonça Manaus (AM)

Erasmo Carlos costuma dizer que não para de viajar porque tem vários tipos de show. Na apresentação que traz a Manaus nesta quinta-feira (24), por exemplo, ele não estará acompanhado das várias guitarras, sintetizadores e telões de LED usados na turnê do disco “Gigante Gentil”. Mais acústico e intimista, o show vai destacar os grandes sucessos do Tremendão, um dos ícones da Jovem Guarda, mas também será um panorama do que ele vem produzindo ao longo dos mais de 50 anos de estrada.

“O público sempre quer ouvir mais os sucessos, bicho. Quando a gente lança disco, põe as músicas novas e com o tempo o repertório vai sendo filtrado, os sucessos vão voltando aos seus lugares”, diz ele, em papo com a reportagem pelo telefone. “Esse show de agora é um misto da minha vida, tem um cantinho de cada coisa: Jovem Guarda, anos 70 e músicas de agora”.

Inspiração é o que não falta, garante o artista. “Você está sentado?”, perguntou, antes de começar a elencar composições finalizadas ou ainda em processo, a maioria em parceria com colegas. “Estou compondo atualmente com o Samuel Rosa para o meu novo disco. Fiz uma recentemente com o Paulo Miklos, ‘País Elétrico’, que saiu no disco dele esse ano. Também estou compondo com o Frejat para a trilha do filme ’10 segundos’, sobre a história do pugilista Éder Jofre”. E por aí vai.

Erasmo conta que está começando agora a pensar no próximo álbum, ainda sem previsão de lançamento, mas adianta que já recebeu de presente uma música de Nando Reis. No mais, ele se diz tranquilo em relação ao novo trabalho, que vai suceder “Gigante Gentil”, vencedor do Grammy Latino de Melhor Álbum de Rock Brasileiro em 2014. “Não é nada rígido. Dentro da paz, felicidade amor, tudo se resolve. Não tem pressão, jabá, nada. Trabalhar com música é muito gratificante”.

Atento

O cantor e compositor também diz acompanhar, na medida do possível, o que a nova turma da música vem fazendo. Alguns integrantes dela até estiveram presentes no disco anterior do Tremendão – Kassin produziu “Gigante Gentil” e Marcelo Jeneci assumiu os sintetizadores, o piano e o acordeon do álbum. 

“Encaro como informação musical. Vou ouvindo, e gosto de quase a maioria. Todo mundo grava disco hoje em dia, agora quem vai ficar é difícil de dizer. A vida vai peneirando e só ficam os bons”, comenta. “Às vezes não tem nem como acompanhar, porque o volume de novidades é grande. Quando você consegue reparar num artista, ele já está no terceiro ou quarto lançamento. É sinal de que essa pessoa está ficando”.

Lançamentos

Em janeiro, deve chegar aos cinemas o filme “Minha fama de mau”, que contará a história de Erasmo. O longa é inspirado no livro de memórias homônimo que o artista publicou em 2008 e será estrelado pelo ator Chay Suede. “Não acompanhei a produção, vou assistir junto com você e quero ser surpreendido para o bem”, comenta.

E não foi somente graças a esse projeto que a Sétima Arte voltou a entrar na rota do Tremendão, que atuou em filmes como “Roberto Carlos a 300 quilometros por hora” (1971) e “Os machões” (1972). No próximo ano, ele poderá ser visto mais uma vez nas telonas, desta vez no elenco do filme “Paraíso perdido”, da diretora Monique Gardenberg. 

Na trama, Erasmo é o dono de uma boate que luta para manter a família unida. “Botei peruca e tudo. Desde os anos 80 eu não fazia cinema. É um trabalho que me dá a impressão de que a gente está brincando de verdade”.

Frase

"É importante estar fazendo um monte de coisas para mostrar que estou vivo e atual. O jovem vai ouvir o que estou fazendo hoje em dia e, se ele gostar, vai querer saber o que fiz ontem. Assim, ele vai assumir o antigo como se fosse novo, aí eu renovo o meu público"

Serviço

O quê: Show de Erasmo Carlos 
Quando: Amanhã, dia 24
Onde: Dulcila Festas, Avenida Coronel Teixeira, Ponta Negra
Quanto: R$ 150 (lugar à mesa), à venda na Loja Rommanel do Amazonas Shopping