Publicidade
Entretenimento
Buzz

'Ela riu da história sobre ter sofrido um derrame', diz advogado de mãe de Michael Jackson

O advogado também afirmou que irá tomar as providências necessárias para que a guarda dos filhos de Michael volte para Katherine 27/07/2012 às 08:40
Show 1
Katherine participa de homenagem à Michael Jackson
uol/celebridades ---

O advogado de Katherine Jackson, mãe de Michael Jackson, disse nesta quinta-feira (26) que se encontrou com sua cliente pela primeira vez em vários dias e que ela está bem, apesar das brigas que forçaram o juiz a suspender temporariamente a guarda que ela tinha dos filhos de Michael: Prince (15), Paris (14) e Blanket (10).

"Tive uma longa e produtiva reunião com a Sra. Jackson", disse Perry Sanders em comunicado. "Tenho o prazer de informar que ela está bem e que riu do relatório divulgado sobre ela ter sofrido um derrame".

Sanders também afirmou que irá tomar as providências necessárias para que a guarda dos filhos de Michael volte para Katherine. Um juiz acatou nesta quarta (25) o pedido de TJ Jackson, sobrinho de Michael Jackson, pela guarda temporária dos filhos do astro.

Também nesta quinta, Prince Jackson, tuitou sobre a volta da avó. "Apesar de estar feliz com a volta de minha avó, depois de ter falado com ela percebi o quanto ela foi enganada. Estou muito zangado e magoado", escreveu Prince em uma mensagem no Twitter mais tarde apagada. Sua irmã, Paris, também já havia usado o Twitter para comemorar o retorno da avó para a Califórnia. "Minha avó está aqui!. Graças a Deus".

Entenda o caso
No sábado (21), Trent, um sobrinho de Katherine Jackson, entrou em contato com a polícia, dizendo que a tia havia desaparecido e que não falava com ela há mais de uma semana. Paris Jackson, filha de Michael Jackson, escreveu no mesmo dia em sua página no Twitter que também não falava com a avó há uma semana e pedia que caso alguém a visse, entrasse em contato com a polícia.

Mas no domingo (22), a polícia enviou um comunicado avisando que a senhora de 82 anos estava na casa de parentes, confirmação feita também pela advogada da matriarca.

A notícia do desaparecimento de Katherine Jackson foi o final de uma semana conturbada para a família, que começou com uma carta enviada por cinco irmãos de Michael (Jermaine, Janet, Tito Randy e Rebbie) exigindo que John Branca e John McClain abram mão de suas posições de representantes do espólio de Michael Jackson


Na carta, os familiares criticam Branca e McCain, afirmando que eles falharam em suas obrigações e tiraram vantagem da família. Eles também dizem que Katherine Jackson, mãe de Michael Jackson, chegou a sofrer um “miniderrame” devido ao estresse.

A informação sobre o estado de saúde de Katherine fez Paris chamar Randy Jackson de "mentiroso" em seu Twitter.

"Eu quero esclarecer que o que foi dito sobre a minha avó é um rumor e nada aconteceu. Ela está bem", escreveu ela no microblog. Pouco depois, Paris enviou uma mensagem para Randy. "Olá querido membro da família, eu não gosto que você conte para as pessoas coisas que não são verdade. Muito obrigada." Paris depois apagou as mensagens.

Comunicado
Nesta terça, os advogados de Katherine divulgaram um comunicado afirmando que a ida da mãe de Michael Jackson para o Arizona pode ser parte de um plano de alguns membros da família para separar a avó dos netos. Segundo a declaração enviada ao TMZ, as crianças foram vítimas de uma emboscada nesta segunda-feira (23).

No comunicado, os advogados contam que, enquanto Katherine estava no Arizona, um carro invadiu a garagem da casa dela e impediu que um outro veículo, onde estavam as crianças, saísse do local. Neste momento, esses familiares (que não são nomeados no comunicado) teriam então, agressivamente, roubado os celulares das mãos das crianças, apesar de seus gritos. Houve uma briga e a polícia foi chamada, mas ninguém foi detido.

Após a emboscada, Prince, Paris e Blanket, os filhos de Michael Jackson, foram levados para um local seguro. As crianças não falam com a avó desde que ela deixou a casa, há nove dias. A polícia de Los Angeles também não conseguiu falar com Katherine, que está na casa da filha Rebbie.

O comunicado de Katherine ainda diz que um dos familiares que participaram da emboscada admitiu que há três anos é arquitetado um plano para retirar Jackson e os netos de sua casa em Calabasas, Califórnia.

Profissionais responsáveis pelo espólio de Michael Jackson também enviaram um comunicado demonstrando preocupação com Katherine Jackson e os filhos de Michael Jackson. Eles se dizem preocupados em proteger as crianças de “más influências, assédio, cobiça e outras circunstâncias”, e que vai continuar a monitorar a situação, apesar de não poder intervir diretamente.