Publicidade
Entretenimento
Buzz

Elba Ramalho e Alceu Valença encerram Carnaval do Recife

A despedida do Carnaval começou logo cedo. Às 17h, diversas agremiações se encontram para festejar mais um ano de desfiles 22/02/2012 às 13:17
Show 1
Veterana na folia recifense, Elba levou um repertório com canções inesquecíveis e frevos adaptados. Com os clássicos como “Pagode Russo”, “Frevo Mulher” e “Voltei Recife”
Gabriella Guerra Do UOL, em Recife ---

O frevo tomou conta do Marco Zero do Recife na noite desta terça-feira (21). O ritmo, que caracteriza o Carnaval de Pernambuco, foi responsável por arrastar uma multidão para o último dia de folia na capital do Estado. Comandando a frevança estavam Maestro Spok, Elba Ramalho e Alceu Valença.

A despedida do Carnaval começou logo cedo. Às 17h, diversas agremiações se encontram para festejar mais um ano de desfiles. A partir das 21h, o Maestro Spok subiu ao palco num show com participação de Mr. Bob Mintzer e Russel. A apresentação foi marcada por homenagens ao maestro Edgard Moraes, ao sanfoneiro Dominguinhos, ao Rei do Baião Luiz Gonzaga, e ao mangueboy Chico Science.
 
Logo em seguida veio a cantora Elba Ramalho. Veterana na folia recifense, ela trouxe um repertório com canções inesquecíveis e frevos adaptados. Com os clássicos como “Pagode Russo”, “Frevo Mulher” e “Voltei Recife” o delírio coletivo era notório. A empolgação do público terminou por contagiar a cantora paraibana, que realizou uma apresentação para ficar na memória dos foliões.
 
Por volta da 1h, o homenageado deste ano do Carnaval do Recife, Alceu Valença subiu ao palco. O cantor tocou frevo, ciranda e maracatu, e colocou uma multidão para "frevar". Quando foram entoados os sucessos "Bicho Maluco Beleza", "Diabo Louro"  e "Anunciação", a plateia fazia coro. O destaque, no entanto, ficou para a música "Morena Tropicana". No instante em que foi tocada, era possível ouvir os foliões em peso cantando junto com Alceu, não havia quem não soubesse a letra. Durante a apresentação, o cantor agradeceu a homenagem: "Quero dividir esta homenagem com vocês", e completou: "Viva a nossa cultura!". A plateia mais uma vez vibrou.
 
Depois de Alceu, veio a apoteose da folia. Onde vários maestros se reuniram para levar mais frevo ao público que não arredou o pé do Marco Zero. A folia não ficou por aí, com o dia já clareando, um arrastão de frevo seguiu pelas ruas do bairro do Recife.