Publicidade
Entretenimento
Buzz

Em “Avenida Brasil”, livros lidos por Tufão darão dicas sobre identidade de Carminha

A dica de leitura, mais uma vez, vai partir de Nina (Débora Falabella) 10/05/2012 às 16:37
Show 1
Murilo Benício vive ex-jogador, Tufão, na trama global "Avenida Brasil"
UOL/NOVELAS ---

Após ler “A Metamorfose”, de Kafka, "A Interpretação dos Sonhos", de Freud, e “Madame Bovary” – obra de Flaubert que ganhou de presente de Nina (Débora Falabella) –, Tufão (Murilo Benício) vai ler Machado de Assis em “Avenida Brasil”. No capítulo que vai ao ar no próximo dia 17, o ex-jogador de futebol aparecerá com um exemplar do livro “Memórias Póstumas de Brás Cubas” nas mãos.

A dica de leitura, mais uma vez, vai partir de Nina (Débora Falabella). Ao entrar no quarto e encontrar a chef de cozinha com Carminha (Adriana Esteves), Tufão a elogia. “Nina, tô adorando a dica que você me deu”, diz Tufão, mostrando o livro. “Quem diria que eu ia ler um clássico da literatura brasileira, entender, e ainda gostar?!”, completa ele.

Crítica, Carminha pergunta ao marido qual a serventia do livro e ainda debocha dele. “Clássico, pra mim, é no Maracanã, o que você devia estar batalhando pro seu filho participar”, afirma a vilã.

Depois que a mulher sai, Tufão começa a contar a Nina o que está achando de “Memórias Póstumas de Brás Cubas”. “Mas esse Machado de Assis é um tremendo de um gozador. Fazer uma história contada por um morto? Me explica uma coisa, Nina: quando o Brás Cubas tá lá no caixão e a Virgília vai lá...”, pergunta ele.

O que Tufão nem imagina é que todas as indicações de leitura de Nina são metáforas para vida do jogador na trama da novela. No capítulo que foi ao ar na última terça-feira (8), por exemplo, Tufão reproduz uma frase do livro de Freud, a quem ingenuamente chama de "Fred": "O sonho é a estrada real que conduz ao inconveniente." Parece uma indireta de Nina para que o jogador busque a verdade de sua vida nem que seja pelo sonho.