Publicidade
Entretenimento
Vida

Empresa de turismo une atividade física e interação com a natureza em roteiros pouco explorados

Combinando caiaque, trilha e exploração de cavernas, quedas d´água e piscinas naturais em expedições que fogem dos roteiros tradicionais, empresa tem atraído "turistas nativos" da região 18/04/2015 às 13:42
Show 1
Na descida do Rio Urubu, há pontos altos como uma cachoeira repleta de cipós, que viram tirolesas improvisadas
acritica.com ---

De manhã, descer de caiaque um trecho de rio. À tarde, almoçar um tambaqui assado em uma comunidade tradicional. Depois caminhar na mata ciliar por uma trilha que conduz a grutas, piscinas naturais e quedas d'água.

Parece surreal, mas esta é apenas a descrição de um dos roteiros propostos pela Amazon Mystery Tours, empresa que alia atividade física e exploração da natureza em expedições que muitas vezes fogem dos roteiros tradicionais da região.

A descida do Rio Urubu, na região de Presidente Figueiredo, a cerca de 100 km de Manaus, é um bom exemplo. Em alguns trechos, é possível descobrir paraísos escondidos sob o nariz.

Salvos do turismo predatório, há quem diga que alguns destes locais nem tem nome, ou seja, nunca foram batizados definitivamente. É o caso de uma gruta a cerca de 20 minutos da margem do rio de águas negras que lhe justificam o nome.

Com uma entrada estreita, é preciso subir na pedra e depois se abaixar para passar. A sensação de claustrofobia é passageira, pois uma luz no alto da caverna indica um buraco no seu teto.


Com um milagre, a água de um córrego que passa acima da gruta cai dentro dela, formando uma piscina natural em seu interior. Quem se anima para tirar fotos ou se banhar na água - que ao contrário do rio Urubu, é cristalina - nem liga para os morcegos que voam desviando da água.

Caiaque

Mas se a viagem renova o espírito, também exige do corpo. A exploração da mata, que acontece à tarde, é uma espécie de prêmio para a primeira e mais desafiadora atividade do dia, que é a descida do rio de caiaque.

O rio Urubu não é largo - tem cerca de 15 metros de uma margem a outra.  Há trechos de águas mansas, ideiais para iniciantes, e outros com alguns pontos de corredeira, que por não serem de grande correnteza, também podem ser feitas por pessoas com alguma noção de remo.

Antes de pegar os botes, instruções de remada para os navegantes, em especial os de primeira viagem. Caiaques na água, o caminho é um deleite. Mesmo após duas remando, a favor da correnteza, claro, não se muito o esforço, e só quando se chega ao ponto em que almoçaríamos é que a fome se faz notar.

Almoço

O anfitrião, Naldo, sócio da empresa e morador local que trocou a vida na capital, onde nasceu, pelos prazeres tranquilos do contato diário com a natureza, prepara o peixe: tambaqui assado. Entre histórias e piadas, ele oferece tucumã descascado na sobremesa.


“Parte do diferencial também está no preparo da nossa comida e nas trilhas exclusivas que fazemos”, diz Erikes Rodrigues, proprietário da empresa e um dos guias fazem do percurso também um convite a um pouco do conhecimento e dos saberes da região.

Com duração de um até dez dias, as expedições da Amazon Msytery Tours também incluem práticas como caiaque, bicicleta, caminhadas em trilhas, escaladas em árvores e outros “esportes da floresta”.

"Turistas nativos"

Segundo Erikes, hoje 90% dos turistas são estrangeiros, mas cada vez mais cresce o interesse de pessoas da própria região.

A professora e estudante de mestrado Grazi Valente acompanhou a e expedição do Rio Urubu e, mesmo se declarando sedentária, aprovou o passeio. “Remar no caiaque pode ser um pouco exaustivo, mas admirar a beleza natural da Amazônia e ao final encontrar piscinas naturais e cachoeiras... Foi a parte mais legal! Mas creio que o passeio tinha que ter essa dificuldade até para valorizar o percurso”, disse ela.

O empresário Ricardo Chamma, 27, participou de duas expedições e virou um entusiasta do chamado “turismo de aventura e exploração". “É exatamente para desligar completamente da cidade, do corre-corre. É um passeio completo, que tem desde aquela experiência radical do caiaque até aquela coisa desbravadora da trilha”, diz ele, afirmando que se trata de uma “atividade física, mas também intelectual". “Nem precisa viajar para longe para fazer uma atividade turística boa”, acrescenta.




Quem: Amazon Mystery Tours 

O quê: Turismo de aventura e exploração na Amazônia

Onde: Roteiros diversos, como o Rio Urubu, Presidente, Lago do Puraquequara, Tarumã, Janauary e praias do Rio Negro.

Quanto: Passeios a partir de 60 reais.

Quando: Neste domingo (19), expedição de descida do Rio Urubu (250 reais por pessoa com transporte e alimentação inclusos; translado e alimentação inclusos); Duração: das 7h Às 18h

Contato98430-7763 - Whatsapp ou https://instagram.com/amazonmysterytours/