Publicidade
Entretenimento
Buzz

Empresa fabricante de calcinhas envia coroa de flores para o velório de Wando

A mulher do cantor de 66 anos – que morreu nesta quarta-feira (8), após sofrer uma parada cardíaca irreversível – também enviou uma coroa de flores para o local 08/02/2012 às 15:01
Show 1
O cantor Wando morreu na manhã desta quarta-feira (8)
uol/televisão ---

A Duloren, empresa fabricante de calcinhas, enviou uma coroa de flores para o velório do cantor Wando, que começará às 17 h no cemitério Bosque da Esperança em Belo Horizonte (MG). Renata Costa Lana e Souza, de 38 anos, mulher do cantor de 66 anos – que morreu nesta quarta-feira (8), após sofrer uma parada cardíaca irreversível – também enviou uma coroa de flores para o local. “Você é meu amor, minha paixão, minha vida. E sua luz irá acompanhar a mim e a nossa filhinha para sempre. Sua Renata”, escreveu ela na mensagem anexada à coroa.

Wando também recebeu coroas de flores do governador de Minas Gerais, Antonio Anastasia; do L&M Studio; e equipes e de Maria Sabrina, filha dele com Renata, de apenas cinco anos. Na mensagem da menina estava escrito: “Eu sei que vou te amar por toda a minha vida”.

Durante as coletivas de imprensa realizadas no Biocor Instituto, onde Wando estava internado desde o dia 27 de janeiro, Renata contou aos jornalistas que Wando foi seu primeiro namorado. Mas eles perderam o contato e ela se casou com outro homem. Ele morreu e, tempos depois, Renata reencontrou Wando, com quem casou e teve uma filha, chamada Maria Sabrina.

Além de Maria Sabrina, Wando deixa outros três filhos e oito netos.

Enterro será aberto ao público

Ao contrário do que havia sido divulgado mais cedo pela assessoria de imprensa do Biocor Instituto, o velório de Wando será aberto ao público. Vários fãs e amigos já estão no cemitério para se despedir do cantor. O produtor de eventos Carlos Alberto de Deus, amigo de Wando, foi um dos primeiros a chegar ao velório. “o Wando só me deixa lembranças boas, que vão ficar marcadas para sempre. Lembro das noites de seresta que passávamos juntos lá em casa. Eu tocava piano e ele cantava”, contou Carlos, emocionado.

A aposentada Ângela Mesquita, de 48 anos, é fã declarada do cantor e disse que nem mesmo um problema de saúde a impediu de dar o último adeus ao cantor. “Estou me recuperando de uma cirurgia no pé, mas mesmo assim fiz questão de vir. O Wando era uma pessoa muito especial e vai deixar muita saudade. Fui a um show dele e já peguei uma calcinha que ele atirou para a plateia. Guardo essa calcinha até hoje”, contou Ângela, que elegeu a música “Fogo e Paixão” como sua favorita.