Publicidade
Entretenimento
CRIANÇAS

Escritora Eliana Trujillo lança livro infantil incentivando as boas práticas alimentares

A publicação reúne personagens mágicas e docinhos veganos que vão agradar tanto aos pais – pela praticidade das receitas – quanto aos pequenos – pela beleza das ilustrações (de Joice Trujillo) e pelo sabor dos pratos 19/11/2017 às 12:55 - Atualizado em 19/11/2017 às 12:56
Show ujikolccc
Foto: Divulgação
Alexandre Pequeno Manaus (AM)

Adotar hábitos  alimentares saudáveis é a meta de vida de diversas pessoas ao redor do mundo. Porém, sabemos a dificuldade que esse processo de reeducação alimentar representa, ainda mais na fase adulta. Pensando nisso, a autora Eliana Trujillo lança o livro “Leporim”, um misto de aventura, magia e fantasia que promete fisgar o público infantil e fazer com que os pequenos comecem a despertar os hábitos saudáveis desde a infância.

O livro de histórias infantis reúne personagens mágicas e docinhos veganos que vão agradar tanto aos pais – pela praticidade das receitas – quanto aos pequenos – pela beleza das ilustrações (de Joice Trujillo) e pelo sabor dos pratos. Os doces também são ideais para adultos ou crianças com restrições alimentares, como intolerância a lactose. A autora, Eliana Trujillo, buscou inspiração nos próprios sobrinhos, que amam os bichinhos e não querem comer alimentos de origem animal para criar um mundo repleto de magia e muito sabor.

“Sempre que posso, crio presentes para meus sobrinhos, em vez de comprar brinquedos. ‘Leporim’ surgiu em 2015, quando tive a ideia de fazer um pequeno livro de receitas interativo para dar de presente a eles. Naquele ano, eu estava em transição para o veganismo, o que me incentivou a pesquisar sobre culinária e nutrição. Decidi então que o livro seria a união de várias de minhas paixões, como o amor que tenho pelos animais, fantasia, arte e o universo da criação”, conta. 
A princípio, ela afirma que não pretendia publicar o livro, mas criou coragem e ampliou o projeto, tornando-o mais completo. “Com isso, consegui a ajuda de alguns amigos e pude apresentar o livro para algumas editoras”, complementa.

A história

“Leporim” conta as memórias da feiticeira Isilda Strega, que saiu ainda criança de seu vilarejo natal – Canttatum – para morar em Leporim, uma terra habitada por duendes, elfos, dragões e animais mágicos. Durante esse tempo, a jovem feiticeira viveu muitas aventuras e algumas delas são contadas no livro.

“Para termos impactos positivos quanto à empatia e amor pelos animais criei um mundo lúdico. Unir literatura, culinária e arte foi a forma que encontrei para passar mensagens que acredito serem importantes, tanto para as crianças quanto para os adultos. Quando a criança vivencia uma experiência cozinhando, fazendo atividades manuais e se sentindo parte daquele universo, a imersão sobre o assunto abordado é maior”, afirma Eliana Trujillo.

São 28 receitas de bolos, tortinhas, biscoitos, cremes e pudins, divididas em três capítulos: Bolos e tortas encantadas; Feitiços festivos; Feitiços quentes e frios. Há também um capítulo de “poções” – sucos, vitaminas e chás. Cada receita leva um nome divertido, como Crocante de caspa de dragão (cookies de aveia), Pudim de nuvem com ameixas-besouro (manjar de coco com calda de ameixa) e Bolinho raio de Sol (cupcake de laranja), e todas são fáceis de fazer, para que a própria criança possa prepará-las com a supervisão de um adulto.

Interatividade

Para atrair a atenção desse público cada vez mais refém da internet, celulares e tablets, o livro conta com alguns QR codes, explica a autora. “Infelizmente, vivemos em um momento no qual a literatura infantil não tem muito estímulo. É mais cômodo entreter crianças com estímulos audiovisuais, como a internet, filmes, videogames, entre outros, do que incentivar a leitura. Este comportamento cria um ciclo vicioso, em que estas crianças se tornarão adultos que também não terão o hábito de ler”, afirma.

“Acredito que temos que nos adaptar a este quadro, usando a tecnologia a nosso favor. Pensando nisso, tive o cuidado de criar alguns QR codes com links para vídeos, que mostram o preparo das receitas de forma divertida e moderna. Esta é uma forma de usar a tecnologia como ferramenta, trazendo a criança para um contexto lúdico e divertido, onde ela pode colocar a mão na massa enquanto aprende”, complementa a autora.