Publicidade
Entretenimento
Cultura, Balé, Dança, O Quebra-Nozes, Sesc-AM

Espetáculo "O Quebra-Nozes" é encenado no Sesc-AM

A apresentação é gratuita e faz parte da programação do projeto Férias no Sesc. O espetáculo foi adaptado pela bailarina e coreógrafa Juliana Borges 04/01/2013 às 14:41
Show 1
A bailarina Juliana Borges adaptou a obra do compositor russo
acritica.com Manaus

Um dos três balés mais famosos do compositor russo Tchaikovsky, “O Quebra-Nozes”, será apresentado na próxima terça-feira (8), no hall do Sesc, na Rua Henrique Martins, 427, no Centro de Manaus.

A apresentação é gratuita e faz parte da programação do projeto Férias no Sesc. O espetáculo foi adaptado pela bailarina e coreógrafa Juliana Borges.

‘O Quebra-Nozes’ apresenta a história da família Stahlbaum em uma festa de Natal. Durante a confraternização, chega um convidado especial, o mágico Drosselmeyer, trazendo presentes misteriosos - bonecos mecânicos com aparência humana. Clara, a filha, ganha de presente um Quebra-Nozes com aparência de soldadinho e eles começam a dançar, mas seu irmão Fritz começa a brigar com ela pelo boneco. Em uma luta com o rato rei, o soldado acaba morrendo e as lágrimas de Clara quebram o encanto e o boneco transforma-se em um lindo príncipe.

A apresentação tem faixa etária livre. Outras informações podem ser obtidas por meio  do telefone (92) 2126-9587.

Sobre a artista
Juliana Borges é formada em Dança pela Universidade do Estado do Amazonas (UEA). Já atuou na Mira Cia. de Dança, Cia. de Dança Uatê, Associação Artefato, Grupo Alecrim Nativo e Amaral Cia. de Dança e nessas duas últimas faz parte do elenco até os dias atuais.  Em 2010 participou do Projeto SESC em Dança no qual fez Residência Coreográfica e montou o espetáculo “Momentos de uma mulher brasileira”.

Foi professora de balé clássico e dança moderna em 2009 e 2010 no Colégio Dom Bosco e no Liceu de Artes e Oficios Cláudio Santoro. Em 2009 iniciou sua companhia de dança estreando no Teatro Amazonas o espetáculo “O Complexo de Édipo” no I Festival Amazonas de Dança. Em 2011 foi coordenadora de dança na Estação Cultural.