Publicidade
Entretenimento
Vida

EUA anuncia ‘facilidades’ na retirada de visto para brasileiros

Os turistas brasileiros estão na terceira posição entre os que mais gastam nos Estados Unidos, perdendo apenas dos britânicos e japoneses. Segundo os dados divulgados pela Casa Branca, há possibilidade de prescindir entrevistas para viajantes considerados de “baixo risco” e para quem deseja renovar o visto de não imigrante 19/01/2012 às 21:34
Show 1
Obama durante pronunciamento, na Disney
Mariana Lima Manaus

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, divulgou nesta quinta-feira (19) uma ordem executiva que prevê o aumento de 40% no atendimento de expedições de vistos para o Brasil e China. Especialista amazonense, no entanto, afirma que os manauaras precisam ainda aguardar os detalhes da medida antes de começar a comemorar.

O pronunciamento de Obama foi realizado no parque Magic Kingdom, da Disney, durante a manhã desta quinta. A medida apresentada prevê o aumento de empregos no país com o crescimento no número de turistas emergentes, dentre eles brasileiros.

Sem detalhes
O programa piloto, no entanto, não apresenta muitos detalhes sobre as facilidades em relação à retirada de títulos por brasileiros. Segundo os dados divulgados pela Casa Branca, há possibilidade de prescindir entrevistas para viajantes considerados de “baixo risco” e para quem deseja renovar o visto de não imigrante. Há a possibilidade ainda de que jovens brasileiros e quem deseja solicitar o visto pela primeira vez possa viajar sem realizar a entrevista. Essas e outras resoluções, no entanto, ainda não foram definidas e sancionadas.

Para o presidente da Associação Brasileira de Viagens no Amazonas (Abrav/AM), Paulo Tadros, o presidente norte-americano não apresentou dados suficientes para que seja feita uma leitura clara da situação para o Brasil. “Há uns meses se falava que iria liberar os vistos para os brasileiros e hoje o Obama anuncia que virá melhorias pela frente. Mas estamos às cegas, não sabemos quais são essas melhorias e que tipo de facilitação vai trazer para o turista brasileiro” relata.

Paulo lembra ainda do atual sofrimento dos amazonenses na hora de tentar tirar o visto. “As pessoas que moram longe tem que conviver com dificuldades para conseguir tirar o visto. Os interessados precisam desembolsar muito dinheiro para pagar a passagem e a hospedagem, além do processo estressante de entrevistas e preenchimentos de relatórios que todos precisam passar. Espero que com esse novo planejamento ocorra mais agilidade para todo o país”, conclui.

Emergencial

A ordem prevê que nas próximas três semanas 80% dos brasileiros e chineses que solicitaram o visto de turista sejam submetidos a entrevistas, acelerando o processo que atualmente demora três meses.

Faturamento

Os turistas brasileiros estão na terceira posição entre os que mais gastam nos Estados Unidos, perdendo apenas dos britânicos e japoneses.

O governo americano pretende, com essa medida, aumentar em um milhão de empregos até a próxima década.