Publicidade
Entretenimento
Vida

Facebook compra aplicativo de fotos Instagram por US$ 1 bilhão

Zuckerberg destacou que é a primeira vez que o Facebook compra uma empresa com tantos usuários e afirmou que não previam realizar mais operações desse tipo 09/04/2012 às 19:00
Show 1
O Facebook acaba de comprar uma empresa que segundo um blog corporativo tem apenas 14 funcionários
AFP ---

SAN FRANCISCO, 9 Abr 2012 (AFP) - A rede social Facebook anunciou nesta segunda-feira um acordo para a compra do aplicativo para compartilhamento de fotos Instagram por 1 bilhão de dólares, em dinheiro e em ações da companhia.

"Estou muito feliz em anunciar que fechamos a compra do Instagram e que sua talentosa equipe vai se unir ao Facebook", disse o presidente-executivo da rede social, Mark Zuckerberg, em comunicado.

"Durante anos, temos nos concentrado em criar a melhor experiência para compartilhar fotos com os amigos e a família", disse o fundador e presidente do Facebook, Mark Zuckerberg. "Agora, vamos poder trabalhar com a equipe do Instagram para oferecer as melhores alternativas para compartilhar boas fotos com outras pessoas segundo seus próprios interesses", completou.

O Facebook acaba de comprar uma empresa que segundo um blog corporativo tem apenas 14 funcionários.

O Instagram, com um preço de compra de 1 bilhão de dólares e sem volume de negócios no sentido tradicional do termo, já que é um aplicativo gratuito, gerou para seus proprietários 1,8 milhão de dólares diários em seus 551 dias de existência levando em conta o preço da venda.

Zuckerberg destacou que é a primeira vez que o Facebook compra uma empresa com tantos usuários e afirmou que não previam realizar mais operações desse tipo.

O sucesso do Instagram resume-se a alguns dados publicados em sua página da internet: mais de 30 milhões de usuários inscritos, mais de 1 bilhão de fotos publicadas a um ritmo anual de 5 milhões de fotos por dia, com 575 alertas de "curti" no Facebook e 81 comentários por segundo.

"Acreditamos que estes sistemas diferentes vão se complementar", mas para isso "temos que ter em mante a manutenção e o desenvolvimento das vantagens características do Instagram mais do que tentar integrá-lo ao Facebook", afirmou Zuckergerg, reiterando que o Instagram manterá sua independência.

O Instagram permite tirar fotos do celular em dimensões similares às antigas Polaroid e também oferece uma série de filtros pré-configurados para retocá-las e depois compartilhá-las na rede.