Publicidade
Entretenimento
Buzz

Famosos falam sobre Daniella Perez nas redes sociais

Artistas se manifestam sobre as lembranças da atriz no dia em que se completam 20 anos de sua morte 28/12/2012 às 10:58
Show 1
Fábio Assunção posta foto em homenagem a filha de Glória Perez
acritica.com Manaus

Nesta sexta-feira (28) completa 20 da morte da atriz Daniella Perez e artistas fizeram várias homenagens a filha da autora Gloria Perez.

Duda Ribeiro, ator que está no ar em "Salve Jorge", escreveu um texto fazendo uma homenagem à amiga e lembrou que começou a trabalhar com a autora graças a atriz. Fábio Assunção também escreveu sobre ela e publicou uma foto dos dois juntos no seu Facebook.

Além deles, outras atrizes e a própria mãe também fizeram suas homenagens a Daniella.

Fernanda Paes Leme: "Quando Daniella Perez se foi eu só tinha 9 anos! Mas me lembro bem, fiquei triste junto c/ todo país! Lembro de como era talentosa, linda. Acabei de ler o q o amigo @DudaRibeiroo escreveu no seu face sobre ela...fiquei emocionada de verdade! 20 anos sem ela, Daniella! Perder um filho e ainda dessa forma deve ser uma dor sem tamanho!! Um carinho p/ vc nesse dia @gloriafperez! E Viva sua admiravel luta!"

Em seu perfil no Twitter, Glória Perez também expressou sua dor e sua saudade.

Gloria Perez: "Hoje é um dia muito triste pra mim: 20 anos sem minha filha. Quero agradecer a todos que estiveram perto de mim durante esses anos todos, trazendo solidariedade e conforto. Aos brasileiros que fizeram comigo aquele abaixo-assinado que se tornou a primeira emenda popular da história do Brasil, transformando homicídio qualificado em crime hediondo; in memorian, ao advogado Hugo da Silveira, a quem devo a prisão dos assassinos! Num país onde a maioria foge de ser testemunha, ele nunca se esquivou de comparecer à Justiça e dizer o que viu: anotou a placa adulterada do carro do assassino e identificou Paula T; também quero agradecer aos frentistas do posto Alvorada, que suportaram todo o tipo de pressão e tentativas de humilhações, mas mantiveram a firmeza no Tribunal do Júri e testemunharam a emboscada e o soco sofrido por Daniella; ao evangélico Antonio Clarete, que lavou o sangue do carro do assassino; ao pastor Manoel Ferreira, à entao senadora Benedita da Silva; às vítimas da Chacina de Acari, Vigário Geral e às mães do Rio, que foram irmãs e companheira na longa luta para conseguir alguma justiça; a Marcela, que me mandou a última foto, de grande importância para o processo. Pra sempre é muito tempo. Guilherme de Pádua é um psicopata."