Publicidade
Entretenimento
Séries

Fãs aguardam ansiosos pelo retorno da série 'The Walking Dead'

Após maratona, segunda parte da sétima temporada estreia na madrugada de segunda, nos canais Fox e Fox Action 12/02/2017 às 10:00 - Atualizado em 12/02/2017 às 12:58
Show fox premium   the walking dead   temporada 7 parte 2  11
Novos episódios prometem ainda mais tensão e mortes no mundo apocalíptico (Fotos: Fox/Divulgação)
Natália Caplan Manaus

Antes de a segunda parte da sétima temporada de “The Walking Dead” ir ao ar, 40 episódios que somam originalmente 35 horas foram comprimidos em pouco mais de 24 horas. A maratona com duas temporadas e meia da série começou às 23h30 (horário de Brasília) desse sábado (11). Além disso, a segunda parte da sétima temporada estréia no Brasil na mesma noite de exibição nos Estados Unidos, às 00h30 desta segunda-feira (13), nos canais Fox e Fox Action. Os fãs estão ansiosos.

“Gosto de estar inteirado sobre todo o universo da série, com HQs, games e livros. Mesmo antes do lançamento da estréia simultânea, eu sempre procurava links para assistir, sem legenda mesmo (risos)”, diz Marcos Soares, 23. “A expectativa está muito grande. Gostei bastante da primeira metade da temporada, com muitas referências aos quadrinhos. Espero que a segunda metade seja bastante fiel”, completa.

Porém, o técnico em informática faz parte dos assinantes da Sky Brasil, que bloqueou todas as emissoras da rede — FX, National Geographic, Nat Geo Wild, Fox Life, Fox Sports e Fox Sports 2 — desde o último domingo (5), por falta de acordo entre ambas. A diretoria da TV afirma que a retirada de canais da grade de programação é por falta de flexibilidade da outra empresa, que reclama da dificuldade nas negociações.

“Vou procurar links para assistir a Fox na Internet. O problema é que ‘The Walking Dead’ é uma série bastante popular, o que gera um grande problema com spoilers [quando algum site ou alguém revela fatos a respeito do conteúdo de determinado livro, filme, série ou jogo]. Se eu não assistir o episódio simultaneamente, ou pouco tempo depois, corro esse risco. Os clientes da Sky serão bastante prejudicados”, lamenta.

Diferentemente de clientes de outros serviços de assinatura, Soares não verá à maratona condensada. Ele escolherá os episódios favoritos que têm em casa e como assinante da plataforma Netflix. “A Fox está fora do catálogo dá Sky, mas tenho os episódios baixados e assino Netflix. Costumo assistir aos meus favoritos antes de cada estreia”, finaliza o amazonense.

Tensão e guerra

No último episódio da primeira parte da sétima temporada de “The Walking Dead”, Rick (Andrew Lincoln), Michonne (Danai Gurira), Carl (Chandler Riggs), Rosita (Christian Serratos) e Tara (Alanna Masterson) se reunirão para planejar um contra-ataque tão desejado com Maggie (Laureen Cohan), Sasha (Sonequa Martin-Green), Enid (Katelyn Nacon) e para sua surpresa, também com Daryl (Norman Reedus) e Jesus (Tom Payne).

Na nova etapa, eles estão brutalmente convencidos a viver sob suas regras e vontades do sanguinário Negan (Jeffrey Dean Morgan). Nos oito novos episódios, o grupo se prepara para a guerra, coletando suprimentos e recrutando pessoas para vencê-lo. Porém, seu propósito em comum não será fácil e a vitória precisará mais que os sobreviventes de Alexandria. Pessoas do The Kingdom e de Hilltop se recusam a derramar sangue dos vivos.

Produção

Dos produtores executivos Scott M. Grimple, Gale Anne Hurd, Robert Kirkman, David Alpert, Greg Nicotero e Tom Luce, a segunda parte da nova temporada de “The Walking Dead” estará disponível no acesso Premium do APP da FOX ao término da exibição na TV. No dia seguinte, a FOX exibirá o episódio dublado às 21h15 (de Brasília).

Três perguntas para o ator Andrew Lincoln, que interpreta Rick Grimes

Durante essas sete temporadas, Rick viveu circunstâncias extremas. Em qual momento como ator você pensou: ‘Eu tenho que fazer o quê?’

Eu acho que foi, provavelmente, a primeira vez que entrei em Atlanta, em um cavalo, sendo perseguido por 400 zumbis. Só pensei que era o despertar. Até esse ponto, tinha lidado com um cara acordando para este inferno e, então, conheci os zumbis em massa. Era estranho. Mas também era legal. Era uma espécie de sonho.

Alguma coisa da trama ainda te choca?

Sim. O Glenn indo foi um grande choque, sabe. E não apenas profissionalmente, mas pessoalmente. Ele é um dos meus melhores amigos e eu nunca pensei que ele iria, sabe? São sete anos ‘dentro’. Você pensa que chega a um ponto em que estão intocáveis no programa. E, assim que isso aconteceu... E a matança em dobro realmente me chocou.

Como você não leva o peso dessa história pra casa?

Eu levo. Quer dizer, eu não durmo. Esta foi uma temporada difícil, porque por algum motivo o meu padrão de sono acabou não funcionando. Eu acho que é apenas a natureza deste trabalho. Este é um papel estranho para interpretar. E eles sempre disseram que ia ser um passeio, mas isso é difícil. Quer dizer, eu não quero levar... Estou atuando.