Publicidade
Entretenimento
Vida

Fashion fitness: quando a moda sai da passarela para a academia e vice-versa

Cada vez mais as marcas de roupa esportiva investem em estilo e tecnologia. Ganha a moda, o mercado fitness e quem sabe que o útil e o agradável também combinam 15/01/2016 às 14:26
Show 1
A blogueira Carol Heinrichs montou um look com roupas de fast fashion e jaqueta Adidas/Farm
Felipe Wanderley Manaus (AM)

Há quem diga que a moda nunca mais foi a mesma desde que grandes estilistas começaram a assinar coleções de roupas esportivas.

A parceria entre Stella McCartney e a Adidas, por exemplo, foi muito celebrada no mundo fashion e o lançamento de uma nova linha esportiva da marca alemã assinada pela filha do ex-Beatle, esperada para esta sexta-feira, tem gerado expectativa entre os entendidos do assunto.

O fato é que se os fabricantes estão investindo cada vez mais em tecnologia para uma melhor prática da atividade física, também não deixam de privilegiar o quesito estilo, este sim que, de uma forma ou de outra, nunca sairá de moda.

E, pelo visto, essa relação entre os universos fashion e o fitness veio para ficar.  A blogueira Carol Heinrichs, por exemplo,  acredita que essa tendência também é crescente e que, ao mesmo tempo que o universo da moda influencia o mercado fitness, também é influenciado por ele.

“Cada vez mais as marcas fitness fazem parte dos looks fashionistas (vide moda de tênis de academia em looks das semanas de moda) e também marcas e estilistas renomados fazem coleções especiais de moda fitness”, diz a dona do Blog Toque de Neon e colunista do BEM VIVER, que também aponta as tendências para a moda nas academias e pistas de corrida.

Segundo Heinrichs, estão em  alta as calças metalizadas, os tênis coloridos e os looks monocromáticos, ao passo que os macacões ultra-colados devem ficar mesmo para o verão passado.

Parceria entre estilista Stella Mc Cartney é um dos marcos da fusão entre a alta moda e mundo fitness

E para quem pensa que o look do dia para ir correr, malhar ou praticar um esporte pouco tem a ver com a prática do exercício em si, não sabe o poder que uma mudança no visual pode causar à autoestima e motivação para uma atividade física.

A relações públicas Chrys Braga, que há três anos escreve sobre saúde e bem estar no blog Debemcomigo, conta que não se sentia à vontade para ir à academia e escolhia suas roupas mais velhas para malhar. Depois de uma cirurgia bariátrica e mudança total no estilo de vida, até as roupas ficaram mais alegres.

“Sempre usei muito preto, hoje eu já arrisco roupas mais coloridas”, diz ela, falando da que tem sido umas das grandes tendências da moda fitness, isto é, os looks com cores fortes.

Tecnologia

Agora se seu interesse são os lançamentos que unem estilo à tecnologia para alta perfomance, marcas como como a brasileira Track and Field, que em Manaus tem lojas no Manaura Shopping e no Shopping Ponta Negra, também são ótimas opções.

“Nosso foco é a tecnologia. Trabalhamos com materiais que são exclusivos da marca, como o tecido Thermodry, que mantém o corpo seco e evita proliferação de bactérias); e o RedTech, que elimina até 36% do ácido lático (causador da câimbra) do organismo”, diz a proprietária da franquia em Manaus, Mirella Passos.

“Tem cliente que usa a roupa do dia a dia”, acrescenta. As camisetas com essa tecnologia tem preço inicial de 109 reais, e as calças legging em torno de 198. Já as bermudas, saem em média por 159 reais.

Para não gastar muito

Mas e para quem não quer gastar muito sem abrir mão da tecnologia e do estilo? Bom, a blogueira Chrys Braga também tem boas dicas neste sentido.

“As fábricas e outlets de marcas como Adidas e Nike são ótimas pra comprar roupa com preço bom preço e de qualidade, assim como as lojas de departamento (ex.: Renner, etc), que tem boas peças para quem está começando um treino leve ou corrida. Outra opção são as lojas on line da Dafiti e da Netshoes, que tem ótimas opções de preço com frete e entrega em menos de uma semana”, diz ela, que está sempre de olho nas novidades deste mercado.

Segundo Chrys, uma destas novidades é a marca Pretorian, oriunda do mundo do luta e que, com inspiração nas roupas dos lutadores de MMA,  tem produzido roupas para práticas esportiva comum.

“As leggins não apertam muito, são excelentes”, diz ela. Em Manaus, a loja de roupas esportivas CFW já trabalha com a marca, que também pode ser encontrada à venda na Internet, e o preço não chega a 100 reais.

Já Carol Heirichs, que diz montar seus looks nas próprias lojas de departamento, também indica o fast fashion. “Não precisa gastar muito pra estar bem vestido na academia. Procure optar por tecidos confortáveis e duráveis, mas que não custem tão caro”, sugere.