Publicidade
Entretenimento
Som caboclo

Festival Amazonense de Música acontecerá de 26 a 30 de setembro, no Teatro Amazonas

A novidade deste ano é que a Secretaria de Estado da Cultura (SEC) irá gravar um DVD com as dez primeiras músicas finalistas e oito músicas das bandas da Mostra Não Competitiva, além do making off do festival 19/09/2012 às 08:44
Show 1
O festival reúne um público significativo no Teatro Amazonas e no Largo
Rafael Seixas Manaus, AM

Todo o talento, poesia e essência dos compositores e cantores do Estado serão revelados novamente, por meio do Festival Amazonas de Música (FAM), que será realizado de 26 a 30 de setembro, no Teatro Amazonas. A reportagem do BEM VIVER conversou com alguns dos vencedores da última edição para saber suas opiniões sobre o formato desta terceira edição do festival.

A novidade deste ano é que a Secretaria de Estado da Cultura (SEC) irá gravar um DVD com as dez primeiras músicas finalistas e oito músicas das bandas da Mostra Não Competitiva, além do making off do festival.

DVD de qualidade

Sobre a proposta, Lucevilson de Souza, um dos compositores que tiveram sua obra selecionada para está edição, afirma que aprova, mas que espera que o DVD tenha uma maior qualidade em comparação ao CD feito na última edição.

“Ano passado foi feito um CD com músicas da Mostra Competitiva e Não Competitiva, ouvi as músicas e no final do disco cansei, porque eram muitas canções para escutar. O DVD carece de mais cuidado e qualidade. Senti falta disso ano passado. É importante ganhar o prêmio do festival, mas o público conhecer o trabalho do artista e consumi-lo é mais importante. Isso que deve ser buscado e trabalhado e não apenas a parte monetária”, explica Souza, que participará este ano com a canção “Traquinagem” – o artista ganhou ano passado o prêmio de Melhor Letra por “Bom violeiro”.

Já Nícolas Jr., que irá disputar o festival com a canção “Vicissitude”, gostou da ideia do DVD e aprovou o resultado do álbum gravado no ano passado.  “Gostei da qualidade. Não podemos fazer uma grande comparação com os discos de fora, porque os caras investem muito em equipamentos”, opinou o cantor, que em 2012 ficou na terceira colocação na categoria Melhor Música, graças sua composição “Da surdez à sinfonia”. Ao todo, 30 canções foram selecionadas para a Mostra Competitiva (leia a lista).

Feirinha

Paralelo ao FAM, acontece uma ferinha de música na Casa das Artes (rua José Clemente, 560, Centro), onde os músicos, cantores e compositores da região irão poder vender seus discos, DVDs, camisas, entre outros. A feirinha funciona no mesmo período do festival, sempre das 16h às 20h. “É uma iniciativa boa, mas acredito que quanto mais facilitar o acesso ao público é melhor. A Casa das Artes é escondida e não dá visibilidade aos produtos que serão comercializados”, explica Souza.

Amanhã, dia 20, às 10h, a SEC, em parceria com o Fórum Permanente da Música, realizará uma coletiva de imprensa em que será revelada a atração nacional, homenagens e detalhes sobre a programação acadêmica do festival.

Lista

Canções selecionadas para a mostra competitiva:

“A juventude que em seus sonhos passeia”, “A paz no seu rosto”, “Amor em silêncio”, “Aruanda”, “Canção para Manaus”, “Carta ao futuro”, “Cordas de travessia”, “Devaneios”, “Doce canção de domingos”, “Dueto em contraponto”, “Entre verdes”, “Estrelas ao luar”, “Futebol, carne e samba”, “Gaiola e o passarinho”, “Ladeira vida”, “Lembrando Oz”, “Menino”, “Minha vida sem você”, “O grito da floresta”, “Obsessão”, “Sonata do dia”, “Sonhos em palhas”, “Temporal”, “Traquinagem”, “Um choro sem lágrimas”, “Velhas ideias novas”, “Velhos tempos”, “Vicissitude”, “Yara”, “Yara”