Publicidade
Entretenimento
Buzz

Foo Fighters levanta o público na primeira noite do Lollapalooza

Dave Grohl ignora problemas na voz e Foo Fighters entrega raridades em show no Lollapalooza Brasil 08/04/2012 às 17:06
Show 1
Dave Grohl anima o público durante show do Foo Fighters no Lollapalooza Brasil
Mariana Tramontina UOL/Música Manaus

Dave Grohl parece obstinado em mostrar que houve certo exagero na preocupação sobre seu problema nas cordas vocais. Atração principal do Lollapalooza Brasil neste sábado (7), o vocalista do Foo Fighters subiu sem melindres ao palco montado no Jockey Club de São Paulo e não poupou esforços durante quase todas às 2h35 de show --e algumas pausas para conversas e fanfarrices. Gritou aparentemente sem motivo, apenas por gritar, como se protestasse contra quem disse que ele já não é mais aquele mesmo de 20 anos atrás.

De fato, Dave Grohl não é mais aquele mesmo. Por pouco. Sua extensão vocal está realmente menos afiada, muito por culpa do cisto que ele revelou ter na garganta há alguns anos. Em certos momentos do show, falhou ao cantar trechos que pedem força, como em "Walk" e "Best of You", mas por outro lado não faltou vigor em diversos números que também exigem potência, como "White Limo" e "Stacked Actors". Há problemas na voz, mas nem tanto assim.

Grohl deu uma folga para sua voz somente quando resolveu relembrar os tempos de baterista. Depois que o vocalista apresentou os integrantes da banda, o baterista Taylor Hawkins convocou-o a ocupar seu lugar para tocar "Cold Day in the Sun". Hawkins ainda brincou: "A razão de eu poder vir para a América do Sul é que esse cara escreve músicas incríveis. Dave, eu sou rico por sua causa!".

De volta ao Brasil após 11 anos, e pela primeira vez em São Paulo, o Foo Fighters trouxe na bagagem 26 músicas, entre elas raridades nesta turnê do álbum "Wasting Light". Faixas como "Enough Space" (do segundo disco, "The Colour and the Shape", de 1997), "For All the Cows" e o megahit "Big Me" (ambas do disco de estreia "Foo Fighters", de 1995) apareceram menos de 15 vezes nos shows desde o início da excursão, que começou no final de 2010. 

E ainda que a participação da veterana Joan Jett já esteja previsível nos últimos shows do Foo Fighters, quando ela aparece no bis para cantar com a banda seu sucesso "Bad Reputation", foi somente no Brasil que o público ganhou uma amostra a mais: o super hit "I Love Rock And Roll". Também entraram no roteiro as já conhecidas versões para "In the Flesh?", clássico do Pink Floyd que Roger Waters trouxe ao Brasil na semana passada em seu "The Wall - Live", e de "Feel Good Hit of the Summer", do Queens of The Stone Age.

Dave Grohl trouxe seu Foo Fighters ao Brasil em uma das melhores fases da banda. O disco "Wasting Light", lançado no ano passado, segue sua história bem sucedido nas paradas, depois de levar quatro prêmios no Grammy. O carismático Dave Grohl espalha pelo mundo o título de "o cara mais legal do rock", ao lado de grandes músicos sempre bem humorados que compõem sua banda. O novo show, um dos mais aguardados no país, é também a principal apresentação na agenda do rock and roll de guitarras.