Publicidade
Entretenimento
Vida

Friendship bracelets é a nova tendência

Várias celebridades já aderiram a tendência, como Shakira, Heidi Klum e Miley Cyrus 29/04/2012 às 19:24
Show 1
A modelo Alessandra Ambrósio é uma das que já aderiram ao assessório
Luciana Santos Manaus

As pulseirinhas da amizade, ou friendship bracelets, deixaram de ser um acessório tipicamente adolescente e tornaram-se nesta temporada objeto fashion obrigatório. Elas voltaram mais modernas - já não possuem a mesma pegada hippie de antigamente - mas continuam coloridas e mantêm a proposta de simbolizar o elo entre amigos.

Várias celebridades já aderiram a esta tendência, dentre elas Shakira, Heidi Klum, Miley Cyrus, Selena Gomez, Nicole Ritchie e a top brasileira Alessandra Ambrósio. A peça também fez parte do visual da personagem Lucena, vivida por Grazi Massafera na novela “Aquele Beijo”.

E quem gosta de misturar acessórios e estilos não pode deixar de comprar alguns exemplares dos friendship bracelets, pois eles podem ser misturados a outros tipos de pulseiras, a relógios e usados em diferentes ocasiões.

Materiais

As pulseiras da amizade são inspiradas na tradição dos índios da América Central, que presenteavam os amigos com peças feitas com fios traçados como prova do respeito ao trabalho manual. A regra dizia ainda que quem  recebia o agrado tinha que usar o objeto até ele se romper. Atualmente, as pulseiras são produzidas de diferentes materiais como pérolas, strass, couro, fios de bordar, prata e até em versões mais nobres, com detalhes em ouro  e diamantes.

Caso você faça parte do grupo que prefere - e pode - pagar mais por um exemplar, há diversas marcas estilosas que adicionaram os friendship bracelets às coleções. Uma das mais famosas é a Links of London, de Londres, com peças a partir de 130 libras. A Mulberry tem opções de diversas cores com berloques de coração com cadeado, trevo, estrela, ursinho e coração com estrela. Os preços variam entre 60 e 80 libras.

A Bottega Venet apostou em pulseiras feitas em couro traçado, que custam 240 dólares. No site Net- a-Porter, com entrega no Brasil, há opções de diversas marcas como a pulseira em couro preto, com detalhes em ouro branco e diamante de Kimberly McDonald, no valor de 2.945 dólares.

Útil ao agradável

A universitária Thaysa Ale combinou o gosto pela moda com a habilidade para trabalhos manuais e tem conseguido um dinheirinho extra com a venda de pulseiras da amizade. Ela até criou uma loja virtual no Instagram, a “Thaythi”, onde comercializa também outros modelos de pulseiras como as shamballas e skulls.

“Eu achava os modelos nas vitrines lindos, porém muito caros. Resolvi tentar fazê-las e acabaram ficando muito bonitas. Minhas amigas viam, gostavam e perguntavam onde eu havia comprado, quando falava que eu mesmo tinha feito, elas pediam pra eu fazer igual”, conta.

A produção dos acessórios, segundo Thaysa, é antes de tudo um hobby, mas garante que tem sido um bom investimento e que procura estar sempre atualizada. “Sempre estou pesquisando modelos diferentes, cores que estão em alta, tendências em blogs, porém, na hora procuro sempre colocar um detalhe pessoal para dar a cara da ThayThi”, afirma.

A universitária produz modelos pra uso diário e também para a balada, todos sob encomenda (thay_ale@hotmail.com).